Mega negócio em Nova Iorque: quem dá 800 milhões pelo edifício Chrysler?

Fundo de investimento dos Emirados Árabes Unidos, em conjunto com a empresa americana Tishman Speyer, lideram o negócio do arranha-céus de 77 andares que foi construído entre 1928 e 1930.

O emblemático edifício da Chrysler em Nova Iorque, nos Estados Unidos encontra-se para venda por 800 milhões de dólares (693 milhões de euros), naquele que é já considerado um dos maiores negócios na história do setor imobiliário, de acordo com o “The Wall Street Journal”.

Na liderança desta mega-operação está um fundo de investimento dos Emirados Árabes Unidos e a empresa nova-iorquina, Tishman Speyer, que contrataram a consultora imobiliária CBRE para a venda do edifício da fabricante de automóveis.

Vários especialistas do setor imobiliário acreditam que o edifício da Chrysler poderá ter alguma dificuldade para ser vendido por 800 milhões dólares, do qual o fundo de Abu Dhabi pagou 90% de uma participação na propriedade em 2008, pouco antes da crise financeira ter feito cair o preço dos imóveis nos Estados Unidos.

Os custos das melhorias e manutenção para a construção do edifício com quase 90 anos, bem como o aumento das taxas de renda do terreno por baixo do edifício, também podem influenciar o preço da venda.

“Pode haver um multimilionário que apareça e diga: “Eu quero dizer ao mundo que sou o proprietário do edifício Chrysler”, afirmou Adelaide Polsinelli, vice-presidente da divisão de vendas e arrendamento comercial da empresa de serviços de investimento Compass.

Construído entre 1928 e 1930

Projetado por William Van Alen, este arranha-céus de 77 andares foi construído entre 1928 e 1930 no meio de um concurso para se tornar o edifício mais alto do mundo. O fundador da Chrysler, Walter P. Chrysler, assumiu o projeto.

O edifício da Chrysler foi o maior do mundo por um curto espaço de tempo, após ter sido ultrapassado pelo Empire State Building, concluído em 1931. Este edíficio serviu como sede da Chrysler até 1953 e continuou a ocupar o seu lugar na cultura popular americana, aparecendo em vários filmes como o Dia da Independência e Homem-Aranha.chrysler

Ler mais
Recomendadas

Tribunal de Contas recusa visto prévio a renda acessível em Lisboa

“A Câmara Municipal de Lisboa está a analisar o teor da decisão, da qual irá apresentar recurso. O projeto de renda acessível é absolutamente crucial para assegurar habitação para as classes médias e não pode ser comprometido por questões de natureza burocrática e administrativa”, considerou a autarquia, em comunicado.

Comércio de rua em Portugal vai continuar a ditar as suas regras em 2019

Segundo um relatório da consultora imobiliária Worx, o ‘WMARKET 2018’, o aumento do volume de negócios ‘online’ e a adaptação do comércio tradicional serão outras tendências dominadoras no setor do retalho nacional no presente ano.

Preços das casas em Portugal subiram 15,6% no terceiro trimestre

Dados da Confidencial Imobiliário revelam que em cerca de um terço (90) dos concelhos monitorizados, o crescimento homólogo permaneceu acima dos 10% no trimestre em análise.
Comentários