Ministério Público abre inquérito a suspeitas de dados falseados no Hospital de Cascais

“O Ministério Público determinou a abertura de um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra”, indicou hoje a Procuradoria-Geral da República à agência Lusa.

O Ministério Público determinou a abertura de um inquérito para apurar denúncias que apontam para dados falseados no Hospital de Cascais.

“O Ministério Público determinou a abertura de um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra”, indicou hoje a Procuradoria-Geral da República à agência Lusa.

A resposta surge na sequência de uma reportagem emitida esta semana pela SIC em que atuais e antigos funcionários denunciam casos de falseamento de dados em ficheiros de doentes e alterações no sistema da triagem na urgência para aumentar as receitas que são pagas à parceria público-privada.

 

Recomendadas

Um ano de aplicação do regulamento de dados sem lei portuguesa para o executar

Portugal continua sem lei para executar o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), que cumpre hoje um ano de aplicação em toda a União Europeia, preparando-se o parlamento para aprovar o diploma nas próximas semanas.

Julian Assange acusado de 17 crimes nos Estados Unidos

Julian Assange encontra-se atualmente preso no Reino Unido depois de ter sido retirado da embaixada do Equador onde estava exilado.

Ana Gomes: “Fraude-carrossel desvia 50 mil milhões por ano do Orçamento Europeu”

Em declarações ao Jornal Económico, no âmbito da Conferência Internacional sobre Prevenção e Deteção do Branqueamento, a eurodeputada explicou as medidas que estão a ser tomadas pelas autoridades europeias no combate à fraude fiscal e ao branqueamento de capitais.
Comentários