Ministro das Finanças cabo-verdiano vai à ilha do Sal para ouvir preocupações das empresas privadas

O ainda vice primeiro-ministro, Olavo Correia, pretende com esta visita uma cada vez mais abertura do Estado, no sentido de criar o “melhor cenário possível”, ao sector privado, desde impostos, financiamento e fiscalização.

O vice primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, chega esta sexta-feira ao Sal, para uma visita de trabalho de 24 horas, onde privilegia o sector privado, abrangendo, nomeadamente o turismo e restauração, construção civil e transportes.

Segundo comunicado a que Inforpress teve acesso, o vice primeiro-ministro e titular da pasta das Finanças, pretende com esta visita uma cada vez mais abertura do Estado, no sentido de criar o “melhor cenário possível”, ao sector privado, desde impostos, financiamento, bem como a fiscalização.

Nesta base, considerando que o Governo definiu o sector privado como motor do desenvolvimento de Cabo Verde, estas visitas, refere o documento, têm como objectivo essencial auscultar os operadores das diferentes áreas, conhecer as suas principais preocupações, de forma a permitir o executivo intervir e tomar “medidas acertadas”, visando impulsionar a dinâmica de crescimento da economia nacional.

Daí que nessa sua deslocação, Olavo Correia deverá contactar no terreno várias empresas sediadas na ilha, designadamente Mendes e Mendes; Luz Car; CFS; Socol; SGL; Restaurante Américos; Global África – Empresa de transporte turístico; Residencial Nha Terra; Santa Maria Beach; Motorin Hotel, e o Hotel Odjo d´Agua.

Recomendadas

Comissão parlamentar cabo-verdiana visita imigrantes

A realização de encontros personalizados com imigrantes nos sítios onde trabalham marca o segundo dia da visita da Comissão Especializada Permanente da Assembleia Nacional à ilha do Fogo.

“Estou convencido de que Cabo Verde está preparado para uma Lei de Paridade”

Segundo o primeiro-ministro, a aprovação da proposta de lei no Parlamento, cuja meta é para a ‘luz verde’ é 2019, vai garantir o princípio de paridade nos órgãos colegiais eleitos para o sistema político cabo-verdiano.

Projeto de renováveis em Monte Trigo reforçado com 77 mil euros

Esta é a primeira aldeia de Cabo Verde abastecida a 100% com energia renovável.
Comentários