Ministro do Ambiente assinala eliminação de passivo ambiental no complexo industrial do Cachão

Esta operação vai ser financiada pelo Fundo Ambiental.

João Pedro Matos Fernandes vai visitar na próxima segunda-feira, dia 14 de janeiro, o Complexo Industrial do Cachão, também conhecido como Complexo Industrial do Nordeste transmontano.

Em Frechas, concelho de Mirandela, às 11 horas da próxima segunda-feira, o ministro do Ambiente vai visitar o local onde foram retirados resíduos de plásticos que se encontravam depositados em armazéns.

“Esta operação, financiada pelo Fundo Ambiental, visa a eliminação do passivo ambiental provocado pelos dois fogos industriais que atingiram o Complexo Agroindustrial do Cachão em setembro de 2013 e fevereiro de 2016”, adianta um comunicado do Ministério do Ambiente.

João Pedro Matos Fernandes vai igualmente presidir à cerimónia de assinatura da empreitada de beneficiação da Estação Elevatória da Preguiça, “uma importante obra para o concelho, que vai permitir a desativação da antiga estação elevatória e o melhoramento da operacionalidade da ETAR de Mirandela”, de acordo com o referido comunicado.

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética vai ainda visitar o projeto ‘Portas de Entrada do Parque Natural Regional do Vale do Tua’, que resultou da criação da Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Tua.

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

Barragem do Fridão: Marques Mendes diz que Governo não vai avançar com construção

O comentador revelou que o Governo vai travar o projeto, contudo falta saber como indemnizar a EDP.

Portugal deve triplicar vendas de carros ‘verdes’ em 2019

De 2017 para 2018,o mercado português de veículos elétricos mais do que duplicou. Para 2019, as marcas preveem que triplique. E dentro de três anosas vendas anuaisde carros ‘verdes’ deverão crescer cinco vezes. O que implicará um investimento acrescido em novos postos públicosde carregamentode baterias.

Risco de incêndio vai aumentar nos próximos dias

O risco de incêndio vai aumentar nos próximos dias em vários distritos de Portugal continental, acompanhando a subida das temperaturas máximas que em algumas regiões podem chegar perto dos 30 graus Celsius, segundo o IPMA.
Comentários