Moeda angolana encerra semana estável face a euro e dólar

Divisa angolana tem-se mantido relativamente estável há cerca de dois meses, oscilando entre os 353 e os 359 kwanzas.

A moeda angolana encerrou a semana sem grandes oscilações face à europeia e à norte-americana, mantendo a tendência de estabilidade, cotando-se no final de sexta-feira nos 355,938 kwanzas/euro e 315,772 kwanzas/dólar, indica hoje o Banco Nacional e Angola (BNA).

Segundo os dados do banco central angolano, depois de há duas semanas ter atingido mínimos históricos face à moeda europeia (359,982 kwanzas/euro), o kwanza apreciou-se ligeiramente face a quarta e quinta-feira, quando se transacionava a 356,070 kwanzas/euro (355,572 na segunda-feira).

A moeda oficial de Angola tem-se mantido relativamente estável há cerca de dois meses, oscilando entre os 353 e os 359 kwanzas.

A estabilidade reflete-se também em relação à moeda norte-americana, em que o kwanza manteve praticamente duas semanas a mesma cotação, 314,721 kwanzas/dólar, valor situado no intervalo entre os 311 e 315 kwanzas registados há quatro meses.

Em janeiro de 2018, face ao pico da crise económica que o país então vivia, as autoridades angolanas começaram a vender aos bancos comerciais as divisas em leilão, primeiro trissemanais e atualmente diárias, com a moeda angolana a transacionar-se, então, a 185,40 kwanzas/euro. Desde essa altura, o kwanza depreciou-se 47,912%.

No mesmo sentido, a moeda norte-americana, que em janeiro do ano passado se transacionava a 165,92 kwanzas/dólar, depreciou-se 48,405%.

No mercado paralelo, o euro continua a transacionar-se entre os 450 e 470 kwanzas, enquanto o dólar também se mantém entre os 390 e 410 kwanzas.

Ler mais
Relacionadas

Euro chega aos 20 anos já com muitas histórias e outras tantas para contar

Percurso da moeda única que entrou em vigor de 1999 tem sido permeável à conjuntura política e económica, como recorda a ‘fintech’ Ebury.

Reformas e FMI só vão ajudar Angola a médio prazo, defende S&P

O analista da Standard & Poor’s que segue Angola disse que o impacto do programa com o FMI só vai ter efeito a médio prazo, explicando que agora a economia enfrenta dificuldades que justificam uma Previsão de Evolução Negativa.
Recomendadas

PSI 20 em alta numa sessão onde títulos da EDP, Galp e CTT são o o foco dos investidores

O PSI 20 está a subir na sessão desta terça-feira enquanto as principais bolsas europeias estão a negociar em terreno negativo.

Investidores esperam para ver em semana decisiva

Para o resto da semana espera-se bastante mais ruído e movimento, tendo em conta que alguns pesos pesados irão divulgar resultados, tais como: Amazon, Facebook, Twitter, Microsoft, Tesla,  Coca Cola, Procter & Gamble, United Technologies, Verizon, Lockheed Martin e eBay.

Wall Street fecha mista e petróleo dispara

A Tesla cai 3,8% em Wall Street após a explosão de um modelo S em Xangai e os EUA anunciam fim das isenções nas sanções ao Irão e levam petróleo para máximos de seis meses. Estes são os principais temas de hoje em Wall Street.
Comentários