Montepio Acredita Portugal abre inscrições para premiar os melhores empreendedores

Já abriu a fase de candidaturas para a sua 8ª edição do concurso Montepio Acredita Portugal. O projeto tem como objetivo descobrir novos empreendedores.

O concurso promovido pela Acredita Portugal e a Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), que ano passado recebeu cerca de 13 mil candidaturas, pretende apoiar qualquer pessoa com uma ideia de negócio mas não sabe como a levar à prática ou quem já arrancou mas quer ter feedback de especialistas para avançar.

O objetivo é apoiar ideias, projetos e negócios promissores de qualquer pessoa, independentemente da idade e do nível de formação. Os melhores projetos têm contacto direto com investidores, especialistas e mentores, assim como o acesso a formação personalizada e a oportunidade de integrar um programa de pré-aceleração.

As inscrições podem ser submetidas online, de forma gratuita, até ao dia 14de janeiro de 2018 através do site acreditaportugal.pt. Os 150 semifinalistas serão escolhidos dia 14 de abril, onde apenas 21 finalistas passam para a fase seguinte.

A concurso estão mais de 500 mil euros em prémios. O vencedor será conhecido na cerimónia de entrega de prémios a 8 de junho. Em sete edições, o concurso já apoiou cerca de 70.000 projetos que resultaram em 9.500 planos de negócios desenvolvidos. 

Além da CEMG, o concurso conta com parceiros como a Brisa, KCS iT, Creative Minds,SayUConsulting, Fundação PT, Microsoft Portugal, Sage, 360 Imprimir e DNS.pt

Recomendadas

Swonkie, a plataforma de redes sociais que nasceu das apostas de futebol

Do Shark Tank Portugal para a América Latina, o Swonkie é uma plataforma de redes sociais portuguesa. “Vendemos tempo, conhecimento e poder de decisão aos players das redes sociais”, disse o cofundador, João Cortinhas.

Fundo Azul aprova projetos de 1,9 milhões de euros

O Fundo Azul aprovou 1,9 milhões de euros a distribuir por cinco projetos selecionados na tipologia de desenvolvimento da economia do mar, “com o objetivo de estimular a emergência de uma nova geração de empreendedores do mar (‘start-ups’, PME e empresas) criadora de oportunidades inovadoras de negócio, rentáveis e sustentáveis”.

Rede europeia e indiana de incubadoras conta com participação de Portugal

O Instituto Pedro Nunes foi convidado por Bruxelas a participar no grupo fundador da EU-India Incubators and Accelerators Network.
Comentários