MPT apela a intervenção do Ministério Público sobre concursos de admissão no Funchal

O presidente do MPT Madeira, Roberto Vieira, diz que o partido tem recebido, e que se ouve nas ruas e nas redes sociais, que algumas das 74 vagas para postos de trabalhos na autarquia já terão alegadamente candidatos atribuídos.

O MPT apelou esta sexta-feira à intervenção do Ministério Público para investigar os concursos para o preenchimento de 74 postos de trabalho na Câmara Municipal do Funchal.

O presidente do MPT Madeira, Roberto Vieira, diz que tem recebido denúncias, e de que se ouve nas ruas e nas redes sociais, de que alegadamente algumas dessas 74 vagas já terão um candidato atribuído.

“O Ministério Público tem de ter mão neste assunto no sentido de saber se existiram favorecimentos”, afirma Roberto Vieira.

Apesar de Roberto Vieira dizer que este crime é “difícil de provar” apela a que o Ministério Público esteja presente tanto nas provas como nas entrevistas que vão ser realizar para ocupação destes postos de trabalho na autarquia.

Roberto Viera refere que é importante que exista transparência neste processo.

Recomendadas

Assembleia dos Açores pede reforço de agentes da PSP

Numa resolução publicada em Diário da República a Assembleia Legislativa dos Açores alerta que a falta de recursos humanos já levou à suspensão do Programa Escola Segura em Ponta Delgada.

JPP quer alargamento de apoios à comunicação social a projetos digitais

Este apoio visa trazer maior equidade nos apoios que o diploma em vigor não contempla, explicou o partido.

PS afirma que PSD é contra os madeirenses que têm a “ousadia de querer fazer a mudança” na Madeira

Para Victor Freitas, do PS, este é o motivo para as críticas que têm sido dirigidas pelos sociais democratas a Lisboa, aos socialistas madeirenses, e ainda a António Costa.
Comentários