Nasce manifesto anti-Tomás Correia para o Montepio

Um conjunto composto por várias dezenas de associados e associadas da Associação Mutualista Montepio decidiu assinar um Manifesto, intitulado ‘Construir a Confiança – Por um Montepio Competente, Solidário e Responsável’.

Cristina Bernardo

Um conjunto composto por várias dezenas de associados e associadas da Associação Mutualista Montepio – entre os quais constam os nomes de João Costa Pinto, José Almeida Serra, Mário Valadas, João Proença (da UGT), Norberto Pilar, Menezes Rodrigues, Nazaré Costa Cabral e Vítor Gonçalves, decidiu assinar um Manifesto, intitulado ‘Construir a Confiança – Por um Montepio Competente, Solidário e Responsável’, que se traduz num manifesto anti-liderança de Tomás Correia.

Os signatários prometem “lutar pela recuperação da imagem do Montepio e pela retoma do seu desenvolvimento”, em nome de “um dever de cidadania”.

Apesar de não fazer referência a Fernando Ribeiro Mendes, o perfil pretendido para presidente da Associação Mutualista encaixa na candidatura concorrente já admitida pelo atual administrador da Associação.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumFidelidade procura nova sede em Lisboa

Seguradora precisa de mais de 30 mil metros quadrados para concentrar serviços e está a analisar duas possibilidades, em Benfica e na Expo.

CTO da Fujitsu: “Os bancos estão a tornar-se empresas tecnológicas”

Pascal Huijbers, Chief Technology Officer for Financial Services EMEIA da Fujitsu, explicou em entrevista ao Jornal Económico a importância da cooperação da banca tradicional com as fintech, bem como das criptomoedas e da blockchain.

Santander investigado por fraude fiscal que terá custado cerca de 10 mil milhões de euros à Alemanha

A justiça alemã enviou uma carta ao Santander informando que os espanhóis eram suspeitos de”planear e executar transações” que facilitaram uma “massiva evasão fiscal” entre os anos de 2007 e 2011.
Comentários