Nascimento de novas empresas bate recorde em 2018

Constituição de novas empresas cresceu 10,4% face a 2017, segundo o barómetro anual Informa D&B.

A constituição de novas empresas atingiu um novo recorde no ano passado, ao registar 45.191 novas empresas, segundo o barómetro anual Informa D&B, divulgado esta segunda-feira.

O barómetro assinala um crescimento de 10,4% de novas empresas face ao 2017, o que representa um crescimento de mais quatro mil novas empresas.

“O ano de 2018 vem reforçar os sinais da iniciativa empreendedora que já se tinham verificado em 2017 e ilustra a forte dinâmica do turismo em Portugal, pois as novas empresas ligadas às atividades turísticas representam uma parte muito significativa deste crescimento”, referiu Teresa Cardoso de Menezes, diretora geral da Informa D&B.

O grande impulso vem dos 14,6% de crescimento das atividades ligados ao turismo, serviços, atividades imobiliárias, transportes, construção e alojamento e restauração. “No seu conjunto, estas empresas representam cerca de 40% das novas empresas criadas em 2018”, realça o barómetro.

Segundo os dados analisados, “esta dinâmica empreendedora tem contribuído para um tecido empresarial pulverizado, numa enorme quantidade de empresas muito pequenas, com as sociedades unipessoais a representarem em 2018 mais de metade das novas empresas”, sendo que ao mesmo tempo, perdem peso as sociedades anónimas, sendo atualmente constituídas menos de metade do que há 10 anos.

Já o nascimento de empresas com controlo de capital estrangeiro, que registou um número recorde em 2017, verificou-se em 2018 a um decréscimo de 10,6%.

“Quase 25% destas empresas pertencem ao setor dos serviços, seguindo-se as empresas de atividades imobiliárias que, com menos 98 empresas, são responsáveis pela quase totalidade da descida das novas empresas com controlo de capital estrangeiro”, refere, acrescentando que as telecomunicações representam 11% do total de nascimentos de empresas com controlo de capital estrangeiro em 2018.

Ler mais
Relacionadas

Portugal com forte presença na feira de moda de Florença

É um dos certames mais importantes do setor na Europa e este ano a presença das empresas portuguesas e enquadrada na qualidade de ‘Gest Nation’.

Empresas portuguesas reforçam aposta na inovação

Investimento na inovação pelas empresas portuguesas segue rota de crescimento. Inteligência artificial, robótica e digitalização são áreas em expansão.
Recomendadas

Sociedades-veículo do ex-BPN reduzem prejuízos em 58% em 2017 para 109 milhões

Os relatórios e contas da Parvalorem, Parups e Parparticipadas, aprovados pelo acionista em 27 de fevereiro, mostram uma recuperação nas contas das sociedades, que, em 2016, tinham apresentado resultados negativos agregados de 264,3 milhões de euros.

Lisboa é a vencedora da Semana Europeia da Mobilidade 2018

O prémio chega a Lisboa pelas mãos do vereador da Mobilidade, Miguel Gaspar. Lisboa estava na corrida ao prémio desde o dia 26 de fevereiro deste ano.

PSD quer auditoria ao período pós-resolução do BES

Segundo o deputado do PSD, António Leitão Amaro, o que é preciso auditar, “e que ainda não foi auditado” consiste no que aconteceu depois da resolução do BES, “como a venda do Novo Banco à Lone Star e o que aconteceu depois disso”, nomeadamente, “as imparidades”.
Comentários