Neves de Almeida abre inscrições para Índice de Excelência em RH

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do estudo de clima organizacional e desenvolvimento de capital humano, promovido pela consultora.

O Índice da Excelência tem como objetivo “descobrir e promover o fator vencedor e que faz a diferença no sucesso de uma organização”, potenciando o que tem impacto na motivação dos profissionais e nos resultados operacionais a atingir.

A iniciativa pretende, também, contribuir para alertar o tecido empresarial português para a importância das temáticas relacionadas com a gestão estratégica do ativo humano.

A inscrição no estudo é gratuita. Na edição anterior responderam ao questionário cerca de 30 mil colaboradores, oriundos de 200 empresas.

Na sua terceira edição, o Índice da Excelência mantém o seu propósito inicial: conseguir disponibilizar uma avaliação da dimensão complexa do Capital Humano em contexto organizacional e compreender a sua relevância para uma estratégia global”, explica Para Pedro Rocha e Silva, partner da Neves de Almeida | HR Consulting.

Segundo o gestor, o ‘Fator X’ identificado neste estudo difere bastante de organização para organização, pelo que exige um “processo de conhecimento e avaliação que se revela fundamental no sentido de perceber qual a mais-valia diferenciadora em cada organização e como a utilizar para potenciar a relação com os seus colaboradores”.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Efacec promove concurso onde todos os candidatos serão “considerados para oportunidades de recrutamento”

Esta quinta-feira, 150 alunos universitários são desafiados a pensar no futuro das áreas-chave de atuação da Efacec – energia, mobilidade e engenharia -, numa iniciativa que poderá culminar em oportunidades de recrutamento junto da empresa.

Salários dos engenheiros vão crescer acima da média nacional

A escassez da oferta abre boas perspetivas, tanto na mobilidade de emprego como nos salários. Acentua-se a tendência dos engenheiros que optam por funções de gestão.

Centros cortaram subsídio de desemprego a quase quatro mil pessoas

Em causa está sobretudo o Modelo de Acompanhamento Personalizado para o Emprego (MAPE), que estreitou a relação entre utentes e serviços.
Comentários