Nicolau Santos vai ser o novo presidente do conselho de administração da Lusa

Nicolau Santos, que anunciou recentemente a sua saida da direção do semanário Expresso, foi o escolhido pelo Governo para presidir a agência de notícias portuguesa

O Governo vai nomear o jornalista Nicolau Santos presidente do conselho de administração da agência Lusa, substituindo Teresa Marques no cargo, disse o gabinete do Ministério da Cultura esta quinta-feira.

Nicolau Santos, de 63 anos, é um reconhecido jornalista especializado em temas económicos. O jornalista, que integra até ao final deste ano a direção do “Expresso”, enquanto diretor-adjunto do semanário, onde esteve quase 20 anos,  deverá tomar posse no início da primavera de 2018, jutamente com os restantes elementos da nova administração da Lusa.

Nicolau Santos dirigiu ainda o jornal “Público” e o “Diário Económico”.

Nicolau Santos será assim o sucessor de Teresa Marques que, numa missiva enviada aos trabalhadores da agência de comunicação no dia 20, comunicou a sua saída e a nomeação de uma nova administração na próxima assembleia geral.

Dando a entender que nãou chegou a um entendimento com o Governo, a gestora, na mesma carta, lamentou ainda o adiamento sucessivo, desde 2015, da estratégia de crescimento da agência Lusa e os entraves financeiros do Governo.

Na manhã desta quinta-feira, o “Público” avançara que o novo presidente da agência de notícias portuguesa poderia ser Gabriela Canavilhas ou João Soares, ambos ex-ministros da Cultura e atualmente deputados no Parlamento. Uma informação que Gabriela Canavilhas desmentiu, numa mensagem através da sua conta Twitter.

A agência Lusa é detida maioritariamente pelo Estado português, que tem 50,14% do capital da empresa, enquanto a restante participação pertence à Global Media, proprietária do “Diário de Notícias”, e ao grupo Impresa, que detém o semanário “Expresso” e a SIC.