Nós, Cidadãos acusa Albuquerque de “amnésia seletiva” e alerta para “promessas não cumpridas” do governante

O partido lembra as promessas não cumpridas do presidente do Governo Regional relativamente ao túnel da Encumeada, ao registo de interesses dos deputados, e ainda a recuperação da casa da Quinta Jardins do Imperador.

O Nós, Cidadãos acusou o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, de ter uma “espécie de amnésia selectiva”, tendo em conta as suas declarações de que nas eleições é “preciso escolher entre quem cumpre e quem não cumpre os compromissos assumidos”, lembrando as várias promessas que anda não foram concretizadas pelo governante.

Entre essas promessas que ainda não foram cumpridas por Albuquerque, o Nós, Cidadãos lembrou a intervenção no túnel da Encumeada, o registo de interesses dos deputados e a limitação dos mandatos políticos do presidente do Governo Regional, e ainda a recuperação da casa na Quinta Jardins do Imperador.

Outra das promessas não cumpridas  prendeu-se ainda com as Estradas Regionais 101 e 222. “Agora, os cidadãos da Ribeira Brava, mas também todos os turistas que afluem àquela conhecida e muito apreciada vila da Região, e mais de meio ano após a derrocada, continuam a ser bloqueados/travados, com a interdição parcial da Estrada Regional 101 e da Estrada Regional 222”, diz o Nós, Cidadãos.

O partido questiona Albuquerque sobre quando é que se vai proceder à “realização e conclusão dos
trabalhos necessários à consolidação” da escarpa e ainda à reabertura de parte da Estrada Regional 101 e da Estrada Regional 222 interditas.

Recomendadas

Parlamento Europeu: Sara Cerdas nomeada para delegações Euro-Latino-Americana e África do Sul

Sara Cerdas afirma a necessidade de “construir pontes, criar relações consolidadas e intervir diretamente nos problemas que afetam diariamente os nossos emigrantes”, acrescentando que o Parlamento Europeu dispõe de mecanismos que podem ajudar a ultrapassar alguns desses problemas.

Madeira: CDU denuncia destruição do Vale do Porto Novo por utilização de pedreiras e britadeiras

Edgar Silva diz que a destruição ambiental na Região “é uma realidade que acontece porque conta com poderosos interesses económicos aos quais os governantes nas autarquias e no Governo Regional dão proteção”.

Albuquerque quer auscultar população para definir programa de Governo

Para o presidente do Governo Regional, a escolha nas eleições regionais, é entre aqueles que “salvaguardam o direito dos madeirenses a decidirem o seu presente e futuro” e “aqueles que estão subordinados aos interesses centralistas de Lisboa”.
Comentários