Novas imagens mostram atividade na base de mísseis da Coreia do Norte

Apesar do acordo de desnuclearização firmado em junho com os Estados Unidos, a base de Yeongjeo-dong continua ativa e há imagens que mostram que possa estar a ser ampliada.

Imagens recolhidas pela ”CNN” esta quarta-feira revelam que o histórico acordo assinado em junho, em Singapura, entre os líderes norte-coreano, Kim Jong-Un, e o norte-americano, Donald Trump, pode não estar a ser cumprido.

Essas imagens obtidas por satélite revelam que a Coreia do Norte ampliou uma relevante base de mísseis de longo alcance localizada nas montanhas no interior do País. “A localização única do local faz dela uma forte candidata a receber os mais novos mísseis de longo alcance da Coreia do Norte, incluindo aqueles que podem carregar armas nucleares e atacar os Estados Unidos”, referem.

Kim Jong-Un, no acordo de Singapura, comprometeu-se a trabalhar pela completa desnuclearização da península coreana, mas estas novas imagens provam o contrário, pois mostram que a base de Yeongjeo-dong permanece ativa e que uma outra nas proximidades, da qual não não havia registo, está a ser alvo de intervenção.

Na cimeira histórica de junho, também ficaram firmadas promessas a cumprir pelos Estados Unidos. Enquanto Kim Jong-un  acordava uma desnuclearização, Trump prometia garantias de segurança à República Democrática Popular da Coreia (RDPC).

Relacionadas

Trump espera reunir-se com líder da Coreia do Norte “em janeiro ou fevereiro”

O Presidente dos Estados Unidos afirmou, no sábado, que espera voltar a reunir-se com o líder da Coreia do Norte “em janeiro ou fevereiro” e garantiu estarem em discussão “três locais” para esta segunda cimeira.

Representante especial dos EUA para a Coreia do Norte confiante na desnuclearização

O representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, afirmou esta segunda-feira estar “absolutamente confiante” na total desnuclearização do país liderado por Kim Jong-un.

“Coreia do Norte pretende abolir todo o armamento nuclear”, garante Seul

O presidente sul-coreano deu conta da intenção de Kim Jong Un durante uma entrevista à “BBC”, destacando a vontade do líder norte-coreano em abandonar os programas nucleares e mísseis.
Recomendadas

Movimento dos ‘coletes amarelos’ continua a diminuir com desorganização em Paris

O movimento dos “coletes amarelos” continua a perder fôlego, contando este sábado com cerca de 12.500 manifestantes em toda a França, segundo o Ministério do Interior, e 2.100 manifestantes em Paris, em pequenos desfiles dispersos pela capital.

Comissão política do ADI expulsa presidente eleito hoje em congresso em São Tomé

A comissão política do partido Ação Democrática Independente (ADI), na oposição em São Tomé e Príncipe, decidiu expulsar 14 militantes, incluindo Agostinho Fernandes, hoje eleito presidente do partido, por aclamação, num congresso que aquele órgão não reconhece.

Sismo de magnitude de 5,1 registado no Japão

Um abalo sísmico com uma magnitude de 5,1 na escala aberta de Richter foi hoje sentido na capital do Japão, Tóquio, não havendo informação sobre vítimas ou danos materiais elevados.
Comentários