Nove distritos do continente sob aviso amarelo devido à previsão de chuva

Nove distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros e trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Ler mais

De acordo com o Instituto, os distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Évora e Beja vão estar sob aviso amarelo entre as 12:00 e as 21:00 de hoje devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo é emitido sempre que há situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente céu em geral pouco nublado, aumentando temporariamente de nebulosidade a partir do início da tarde e condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros, que poderão ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada, em especial durante a tarde e nas regiões do interior.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco predominando do quadrante leste, sendo temporariamente do quadrante sul na região Sul e de noroeste no litoral Norte e Centro, e soprando moderado nas terras altas até meio da manhã e para o final do dia.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal, em especial no litoral oeste a sul do Cabo Mondego e pequena descida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 09 graus Celsius (na Guarda) e os 16 (no Porto) e as máximas entre os 17 (na Guarda) e os 28 (em Santarém).

Recomendadas

Armador PCI implementa nova rota comercial em Cabo Verde

Ler mais O Grupo Sousa, através do seu armador PCI – Portusline Containers International SA, implementará, já a partir do início do próximo mês de Outubro, uma nova rota comercial com Cabo Verde, denominada “Alver”. A PCI operará um navio com capacidade de transporte de 887 Teus nominais, com uma frequência de 14 dias, realizando […]

Constitucional não dá razão a Governo em norma sobre horários no concurso de professores

No acórdão, hoje publicado, o TC decidiu “não tomar conhecimento do pedido” e alega que dar razão ao Governo, numa altura em que já se concluiu a colocação dos professores, traria “consequências graves na organização do ano letivo”.

Isabel dos Santos garante não ter processado João Lourenço

Filha de José Eduardo dos Santos garantiu na rede social não ter movido “qualquer processo contra João Lourenço, nem contra nenhuma pessoa em relação à concessão do Porto da Barra do Dande”.
Comentários