“Nunca trabalhei para a Rússia”, afirma Donald Trump

“Eu nunca trabalhei para a Rússia”, afirmou Donald Trump aos jornalistas, nos jardins da Casa Branca, minutos antes de partir para Nova Orleães, em referência às acusações de conluio com o Governo russo que terá interferido no resultado das eleições presidenciais de 2016.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, negou hoje alguma vez ter trabalhado para o Governo russo, respondendo a uma pergunta a que se tinha esquivado durante o fim de semana.

“Eu nunca trabalhei para a Rússia”, afirmou Donald Trump aos jornalistas, nos jardins da Casa Branca, minutos antes de partir para Nova Orleães, em referência às acusações de conluio com o Governo russo que terá interferido no resultado das eleições presidenciais de 2016.

No sábado, Donald Trump tinha recusado responder a um jornalista da cadeia televisiva Fox News que o interrogou sobre se alguma vez tinha trabalhado para o Governo russo, alegando que a questão era até insultuosa.

O Presidente dos EUA aproveitou ainda a presença dos jornalistas, hoje na Casa Branca, para acusar as antigas direções do FBI e do Departamento de Justiça (que, entretanto, demitiu e substituiu) de serem constituídas por “canalhas conhecidos” e “polícias sujos”.

A decisão de demitir o antigo diretor do FBI James Comey é uma das questões a ser analisadas pelo procurador especial Robert Mueller, no âmbito da investigação sobre o alegado conluio entre a equipa de campanha de Donald Trump e o Governo russo para interferir nas eleições presidenciais de 2016.

Recomendadas

Donald Trump elogiou atuação responsável de Xi Jinping sobre protestos em Hong Kong

As manifestações, que se iniciaram há sete semanas , evoluíram da contestação à lei da extradição, que permitia o envio para a China de fugitivos ou suspeitos de crimes refugiados no território de Hong Kong, até reivindicações mais amplas sobre a melhoria dos mecanismos democráticos da cidade.

Partido do presidente de Ucrânia com vitória praticamente assegurada

Primeiro a presidência, agora o governo: o ator Volodimir Zelenski está a transformar a Ucrânia num pais totalmente novo. O novo Parlamento vai ser radicalmente diferente do que foi até aqui.

Com ou sem acordo, pouco importa. Brexit vai mesmo empurrar o Reino Unido para uma recessão, estima ‘think tank’

O Instituto Nacional de Investigação Económica e Social britânico revelou que o Brexit terá consequências nocivas para a economia britânica, independentemente de ser um Brexit duro ou um Brexit suave. Mas, o PIB britânico será 5% mais baixo no caso de um Brexit duro.
Comentários