O fator cultural

Claro que o mundo é cada vez mais global, mas as instituições, as organizações e a cultura mudam de forma relativamente lenta.

Cruzei-me pela primeira vez com o trabalho de Gert Hofstede há quase dez anos, através do seu livro “Culturas e Organizações” (1997). Desde que começou o seu trabalho na década de 70, Hofstede defende que há matrizes identitárias que distinguem de forma clara os habitantes de cada país, uma análise que permanece válida.

Esta semana, um amigo mostrou-me que a equipa de Hofstede disponibiliza uma ferramenta online que permite observar as diferenças entre cada país, em seis eixos. Às anteriores quatro dimensões de análise – Distância hierárquica; Individualismo; Masculinidade e Tolerância à incerteza – juntaram-se mais duas: Orientação de longo prazo e Complacência. Vale mesmo a pena visitar o sítio e passar algum tempo a explorar os resultados.

Claro que o mundo é cada vez mais global, mas as instituições, as organizações e a cultura mudam de forma relativamente lenta. As implicações do reconhecimento destas diferenças são cruciais para uma boa presença em ambientes multiculturais e, porque não dizê-lo, para uma melhor compreensão dos outros e do mundo.

Recomendadas

Um em cada dez investidores institucionais já usa Inteligência Artificial

“É tentador assumir que a rapidez, eficiência e os menores atritos criam mercados mais precisos e seguros, mas este não é necessariamente o caso. Em muitos casos as ineficiências simplesmente aumentam”, alertou Paras Anand, diretor de gestão de ativos da Ásia na Fidelity International.

Inflação na Argentina vai atingir novo pico este mês, segundo ministro do Tesouro

O peso valorizou 13% em outubro para 36,54 por dólar norte-americano. No entanto, a moeda continua 49% mais fraca em relação ao dólar no acumulado de 2018.

“Fusões em Portugal já deviam ter começado há bastante tempo”

No programa Decisores desta semana, o tema é a compra da gestora de fundos Optimize pela DiF Broker. Os líderes das duas empresas explicam como o poder dificulta as fusões no setor.
Comentários