“O Governo Regional e a República têm que se entender no subsídio de mobilidade”, apela CEO do Porto Bay

O gestor hoteleiro lembrou ainda que a TAP não transporta só residentes para a Madeira. “30% dos passageiros são estrangeiros. A TAP tem o dobro dos passageiros relativamente ao segundo operador”, sublinhou António Trindade.

O CEO do Porto Bay, António Trindade, apelou a um entendimento entre o Governo Regional e o da República relativamente ao subsídio de mobilidade, durante a Conferência Anual do Turismo, da Ordem dos Economistas da madeira, que decorre no Centro de Congressos da Madeira.

“Os dois governos têm que encontrar uma forma de resolver o problema do subsídio de mobilidade. É preciso encontrar uma forma expedida para o retorno financeiro deste subsídio de mobilidade”, afirmou o CEO do Porto Bay.

António Trindade lembrou ainda que a TAP não transporte só residente, referindo-se à ligação aérea com a Madeira, mas também turistas.

“30% são turistas. A TAP tem o dobro relativamente ao segundo operador”, sublinhou.

 

Recomendadas

Um ministro das Finanças e um orçamento comum, as receitas de Blanchard para a Zona Euro

O antigo economista-chefe do FMI traçou o caminho para uma política monetária e orçamental mais coordenada para a zona euro. Além da criação de um posto de ministro das Finanças, Olivier Blanchard disse que é essencial agilizar as políticas sobre o défice e sugeriu um orçamento comunitário comum.

Governo estuda emissão de obrigações para empresas industriais

O Governo está a estudar lançar emissões de obrigações agrupadas para vários setores, nomeadamente o industrial, depois de anunciar hoje uma operação destinada a empresas de turismo, de acordo com o ministro Adjunto e da Economia.

“A economia está a arrefecer”, alerta banco central da Alemanha 

O Bundesbank, banco central alemão, considerou esta segunda-feira que a economia da Alemanha está a abrandar após um período de grande prosperidade, mas espera uma estabilização no segundo semestre do ano.
Comentários