O Guardian foi a Pedrógão Grande e fez um vídeo arrepiante

Três meses depois da tragédia de Pedrógão Grande, o jornal britânico The Guardian publica uma reportagem vídeo emocionante do mais devastador incêndio florestal de que há memória no país.

HO/Reuters

Foi com o intuito de “descobrir o porquê de o fogo ter sido tão mortal” e de averiguar o que “pode ser feito para evitar que volte a acontecer” que o jornal britânico The Guardian se deslocou a Pedrógão Grande, um mês depois da tragédia que ceifou a vida a 64 pessoas e destruiu praticamente 500 habitações.

Numa altura em que passam três meses sobre o incêndio de Pedrógão Grande, o jornal publicou o resultado das reportagens levadas a cabo numa das localidades mais atingidas pelo fogo. Um vídeo com perto de 10 minutos, com testemunhos emocionantes de quem viveu de muito perto os acontecimentos daquele fatídico dia 17 de junho de 2017.

Recomendadas

Húngaros e polacos entre os europeus menos favoráveis ao resgate de refugiados

O estudo realizado pelo centro norte-americano, Pew Research Center, revela que 80% dos europeus apoia o resgate aos refugiados. A Hungria e a Polónia ocupam o fim da lista.

Rio de Janeiro multa bares e restaurantes que oferecem palhinhas de plástico

As autoridades do Rio de Janeiro começaram hoje a multar os cafés, restaurantes e bares de praia da emblemática cidade brasileira que oferecem palhinhas de plástico aos clientes. ”Estamos na vanguarda de uma grande luta em defesa do meio ambiente”.

Síria: governo e oposição apoiam o acordo entre a Rússia e a Turquia

Damasco diz que o pacto testará a influência de Ankara em Idlib, enquanto os líderes da oposição a al-Assad no exílio celebram uma vitória contra o ditador.
Comentários