O maior evento de SIG em Portugal decorre dia 20 de outubro em formato virtual

Neste evento a Esri Portugal compromete-se a mostrar não só as mais recentes novidades da tecnologia, como também a partilhar o que de melhor se faz com os SIG em território português.

O Encontro de Utilizadores Esri (EUE) conta já com 17 edições e afirma-se como o Maior Evento de Sistemas de Informação Geográfica em Portugal. Consideramos que este é o ponto de encontro de Técnicos, Analistas, Cartógrafos, Gestores, todos aqueles que fazem parte da comunidade SIG portuguesa.

Neste evento a Esri Portugal compromete-se a mostrar não só as mais recentes novidades da tecnologia, como também a partilhar o que de melhor se faz com os SIG em território português. Para isso conta com a participação dos seus clientes e parceiros, que aqui mostram o seu trabalho fazendo deste encontro um importante momento de partilha.

Num formato diferenciador, o evento decorre ao longo de um dia sendo dividido numa Sessão Plenária que ocorre durante a manhã e na parte da tarde através de Sessões Paralelas, que ocorrem em simultâneo em diversas salas virtuais.

Na edição deste ano, na nossa Sessão Plenária, contamos com a participação de Este Geraghty – Chief Medical Officer e Health Solutions Director Esri. Num ano marcado pela pandemia do Covid-19, quisemos trazer ao nosso evento alguém que sabe melhor do que ninguém como os Sistemas de Informação Geográfica têm um papel crucial na antecipação, mitigação e resposta a este tipo de crises.

E é nesse mesmo sentido que teremos também a intervenção do Adjunto do Secretário de Estado para a Transformação Digital, o Dr. Arthur Jordão. Desde o início da pandemia em território português que a Esri Portugal se assumiu como uma importante aliada na comunicação da evolução da doença no nosso pais, criando dashboards que têm facilitado a visualização e análise dos números e é sobre este importante contributo, reconhecido com um Louvor publicado em Diário da República, que o Dr. Arthur Jordão nos vem falar.

Ainda nesta parte da manhã poderemos contar com a apresentação da Câmara Municipal de Viana do Castelo, através de Vasco Martins, vencedora de um SAG (Special Achievment in GIS) Award em 2020. O Sistema Municipal de Gestão da Proteção Civil fornece ao Município os meios para caracterizar adequadamente o território, seus riscos, evolução de eventos e gestão de ativos operacionais, aumentando a eficiência e a eficácia das operações de emergência.

Também a NATO está entre os nossos convidados de honra. Esta entidade tem como missão a defesa colectiva dos seus estados membros. Os Sistemas de Informação Geográfica são uma ferramenta crucial para o cumprimento deste propósito e aqui irão mostrar-nos uma aplicação, usada nos helicópteros militares em missão no Kosovo, que tem por base tecnologia Esri e cujo principal objectivo é fornecer aos militares uma base de orientação para os movimentos no terreno. Através de cartografia militar que ali foi incorporada, os militares conseguem criar, gerir e acompanhar as rotas em cada uma das missões, e ter acesso a informação relevante das mesmas.

O Grupo Aquapor tem uma atividade dispersa em mais de 50 municípios, conta com mais de mil colaboradores e necessitou de um suporte célere e ágil de disseminação em situação de pandemia. Com o apoio da Esri Portugal, desenvolveu uma plataforma de monitorização cuja análise permite planear e adequar a capacidade de intervenção à evolução da COVID-19. Recolhe dados em tempo real, suportados em questionários simples (online), baseados na app Survey123, e preenchidos pelos responsáveis das equipas operacionais, esta informação é depois cruzada com os dados da DGS para identificar e avaliar as zonas com maior risco de intervenção, com uma monitorização da evolução diária da COVID-19 com base em dashboards.

A Ascendi é responsável pela operação e manutenção de 630 km de rede de estradas e cada km tem inúmeros ativos para gerir, desde o pavimento à sinalética, bem como activos de segurança ou de cobrança. São mais de 800 colaboradores distribuídos pelo país. A transformação do SIG na Ascendi é um projecto central na empresa, com impacto nos fluxos de trabalho de vários departamentos. Ricardo Sarmento, Responsável por Sistemas e Aplicações, mostra-nos o SIG da Ascendi, e explica o valor que trouxe para a organização, os desafios do passado e do futuro.

Nesta manhã iremos ainda fazer uma Sessão Técnica com um resumo das Novidades da Tecnologia. Primeiro no ArcGIS Pro e em seguida do ArcGIS Online, mostrando-lhe como utilizar ferramentas que revolucionarão o seu trabalho.

São mais de 50 sessões onde poderá assistir a apresentações de projetos desenvolvidos por entidades como a CM Municipal de Lisboa, a CM Viseu, a Altice Portugal, a Águas de Gaia, o ICNF, o LNEG, a Galp, a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, o Estado Maior General das Forças Armadas, a CM Ovar, entre outros. É através desta variedade de clientes e temas apresentados que acreditamos que mostramos a transversalidade da nossa tecnologia, o seu carácter único que faz dela uma tecnologia que está no centro das operações e das decisões. Uma tecnologia que liga as pessoas e as organizações. Uma tecnologia que interconecta o nosso Mundo.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Esri Portugal.

Ler mais
Recomendadas

Assista amanhã à JE editors Talks: Contabilistas Certificados

Esta sexta-feira, às 15h00 não perca uma conversa sobre os desafios atuais e as prespectivas para o futuros dos Contabilistas Certificados.

44% dos portugueses já escolhe investimento sustentável

O investimento sustentável ganha relevância entre os portugueses e os gestores de ativos têm um papel fundamental, tanto na criação como na partilha de soluções capazes de gerar valor sustentável – económico, ambiental e social.

Veja agora a JE editors Talks: Quem é Quem nas TIC

Saiba quais as perspectivas de algumas empresas do setor das TIC quanto a uma possível retoma económica, tanto no mercado nacional e internacional.
Comentários