O melhor do vinho nacional na 7a edição do Mercado de Vinhos do Campo Pequeno

O evento regressa a Lisboa entre os dias 19 e 21 de outubro. Nesta edição o destaque vai para a região demarcada do Dão e para os pequenos e médios produtores.

Serão 160 os expositores onde poderá provar vinhos, espumantes e outros produtos regionais.

Este ano, a CVR Dão celebra 110 anos de elevação a região demarcada e é convidada de destaque. Críticos e consumidores têm dado cada vez mais atenção aos vinhos provenientes do Dão, nomeadamente aos da casta típica encruzado (uva branca), pelo equilíbrio e capacidade que proporciona aos vinhos. As conhecidas touriga nacional (uva tinta) e a malvasia (uva branca) têm sido, também, as castas bandeira da região.

Mas o certame traz mais novidades. Ao longo dos três dias, o auditório localizado no centro da arena, recebe “Conversas e um copo de vinho” – um programa gratuito onde enólogos, produtores e técnicos vão partilhar experiências e curiosidades do seu trabalho.

Os visitantes poderão ainda conhecer a exposição itinerante “Da Vinha ao Vinho – as Castas Portuguesas”. Esta pretende valorizar o património vitivinícola nacional , mostrando vários painéis alusivos ao tema e outros elementos com que o público poderá interagir. Identificar aromas e sabores, e descobrir a essência dos vinhos, é o objetivo da mostra.

De volta ao evento está o Concurso de Vinhos do Crédito Agrícola, que se centra na captação de produtores e cooperativas de todas as regiões vitivinícolas do país, oferecendo aos expositores condições especiais de participação na iniciativa.

O Mercado de Vinhos é uma organização conjunta do Campo Pequeno e da House of Wines.

Ler mais
Recomendadas

Itália aguarda decisão da União Europeia sobre o seu projeto de orçamento na próxima terça-feira

O governo italiano espera que a Comissão Europeia tome uma decisão sem precedentes de pedir a um Estado-membro que emendará e reapresentará o seu projeto de orçamento, referiu uma fonte do governo este domingo, 21 de outubro.

Brasil e Chile devem assinar acordo de comércio livre até ao final deste ano

Acordo foi alcançado na última sexta-feira, 19 de outubro e deste acordo fazem parte a não cobrança de taxas de roaming internacional para chamadas e dados móveis nos países do outro país.

Secretário do Tesouro dos EUA descarta risco de contágio de desaceleração económica da China

Steven Mnuchin, relativizou as preocupações de que o crescimento económico mais fraco da China desde a crise financeira global poderia estender-se para outros mercados emergentes e desestabilizar os mercados financeiros dos EUA.
Comentários