O que quer Jesus no Flamengo? “A marca que eu posso deixar é ganhar títulos”

Treinador português foi apresentado na segunda-feira, conheceu as instalações do clube, já teve um primeiro contacto com a realidade do futebol brasileiro e nas últimas declarações à imprensa afirmou querer deixar marca – “mais uma de um treinador português no Brasil”, disse.

Susana Vera/Reuters

O treinador Jorge Jesus, que foi oficialmente apresentado no Flamengo na segunda-feira, 10 de junho, quer deixar uma marca no Flamengo e no futebol brasileiro. “A marca que eu posso deixar é ganhar títulos. Se tu não ganhares títulos não deixas marca”, afirmou em declarações à SIC na terça-feira, 11 de junho.

Na apresentação de segunda-feira, o técnico de 64 anos já tinha afirmado que pretende “melhorar os resultados mas também a qualidade de jogo do Flamengo”, que após o último jogo com o rival Fluminense, no emblemático Maracanã, que terminou empatado a zero, ficou a oito pontos de distância do líder do campeonato brasileiro, o Palmeiras.

Jorge Jesus sabe que só com bons resultados, conseguirá alcançar resultados. “É bom sinal para mim, é bom sinal para o Flamengo e é mais uma marca de treinador português no Brasil”, afirmou também à SIC na terça-feira.

“No jogo com o Fluminense, vi uma equipa do Flamengo um pouco ansiosa, mas isso é normal, pois está numa tentativa de recuperação pontual”, referiu na sua apresentação, deixando a certeza que tem ideias claras para a equipa que quer montar: “Tenho um conceito e ideia de jogo. Vou implementar algumas variantes no jogo da equipa, mas não vou fugir muito. Vamos atuar com um primeiro e um segundo avançado.”

Na leitura do antigo treinador de Sporting de Braga, Benfica e Sporting, o futebol brasileiro não é igual ao da Europa, sendo que as diferenças começam logo nas regras. “No Brasil, não é como na Europa. Na Europa, uma equipa pode ter onze jogadores que não sejam da nacionalidade do país em que esse clube está inserido, mas no Brasil só podem jogar cinco estrangeiros. A equipa  [o Flamengo] já tem esses cinco estrangeiros”.

Isto significa que Jorge Jesus terá de concentrar atenções nos jogadores brasileiros para futuras contratações. O português tem vinte dias para preparar a equipa e para começar a implementar as suas ideias de jogo no Flamengo. Uma dessas ideias será a velocidade do futebol europeu, sendo que Jesus disse que terá em conta alguns factores incontornáveis como o clima do país para exigências físicas

O primeiro jogo de Jorge Jesus no comando técnico do Flamengo decorre a 10 de julho, frente ao Atlético Paranaense. O treinador tem contrato de um ano com a equipa brasileira.

Ler mais
Relacionadas

Jesus viaja para o Rio de Janeiro na próxima semana para assinar pelo Flamengo

Técnico português vai assinar um vínculo válido por um ano com um valor um pouco inferior a 4 milhões de euros, sabe o Jornal Económico. Na próxima semana, Jesus viaja para o Rio de Janeiro para assinar contrato.
Recomendadas

Liga NOS tem mais 24,8 milhões de seguidores esta época. Reforços do Sporting CP lideram nas redes sociais

Num estudo que apenas abrange os novos jogadores que chegam à Liga NOS na época 2019/20, é possível constatar que os reforços dos ‘leões’ contribuem com 7,1 milhões de seguidores nas redes sociais, com Jesé Rodríguez a trazer a maior fatia de adeptos

Félix ou Félis? Calma, o João explica

Félis e Félix. A questão sobre como se pronuncia o apelido do internacional português que alinha pelo Atlético de Madrid continua a gerar controvérsia nas redes sociais.

“Benfica já levou alguns ’embrulhos’ de Jorge Mendes”

Na última edição do ‘Jogo Económico’, Luís Miguel Henrique analisou a relação dos três grandes com o ‘super-agente’ Jorge Mendes. Apesar da relação privilegiada de Mendes com as ‘águias’, o clube da Luz já levou alguns ‘barretes’, defende o advogado e consultor.
Comentários