O vídeo de Natal que preferíamos não ter de ver

O Natal de 2017 não esquece o resto do ano. Lembrar as vilas que foram engolidas pelos incêndios e as vidas perdidas, pôr a mão na terra e plantar uma árvore, pode ser uma forma de desejar Feliz Natal e devolver esperança a quem mais precisa.

A três dias da tragédia de 15 de outubro, o departamento de marketing do grupo Grupel reuniu-se para definir como seria o vídeo de Natal de 2017 e o tema definido foram os incêndios que tinham assolado o país no verão.

“Estávamos longe de imaginar que passados três dias (sim, três dias!!!) iríamos “sofrer na pele” a tragédia dos incêndios de 15 de outubro. Foi e continua a ser duro, ver tudo negro à nossa volta, mas agora, mais do que nunca, fazia sentido basear a nossa ação de Natal nisto e…. bem, o resto está no vídeo”, explicam os responsáveis pelo vídeo de Natal que mostra a devastação que os incêndios provocaram no país este ano.

Recomendadas

Já escolheu uma entidade para ‘doar’ 0,5% do seu IRS? Há 4 mil candidatos

Contribuintes com direito ao IRS automático deverão indicar até 31 de março qual a entidade ou instituição particular de solidariedade social que pretendem ajudar.

Uma centena de bombeiros e cinco meios aéreos combatem fogo florestal em Castro Daire

O incêndio florestal deflagrou ao início da tarde de hoje no distrito de Viseu.

Conselho Europeu de Inovação ganha oxigénio com mais 2 mil milhões de euros

Este mecanismo europeu encontra-se numa fase piloto. O valor será aplicado em iniciativas como o “Pioneiro” e o “Acelerador”, segundo a Comissão Europeia.
Comentários