Obrigações ‘verdes’: EDP angaria 600 milhões e paga menos na emissão

A elétrica já emitiu 2.100 milhões de euros de green bonds em menos de um ano. Esta foi a terceira emissão de obrigações verdes por parte da elétrica sendo que a dívida destina-se a financiar projetos de energia eólica e solar.

Cristina Bernardo

A EDP esteve esta terça-feira no mercado a vender 500 milhões de euros em dívida verde mas o objetivo inicial acabou por ser superado já que a elétrica acabou por angariar 600 milhões de euros com o preço da emissão de títulos (a sete anos) a ficar por um valor abaixo do que era expectável.

Note-se que na altura da emissão o valor da operação estava nos 0,643% mas no final da mesma, estas obrigações da EDP a sete anos vão ter uma “yield” de 0,428%.

Esta é a terceira emissão de obrigações verdes por parte da elétrica.

As obrigações verdes (green bonds) destinam-se a financiar projetos renováveis – eólicos e solares – da EDP Renováveis.

 

 

 

 

Ler mais
Recomendadas

High Bridge reduz posição na Pharol para 4,88%

Em comunicado divulgado pela Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Luís Palha da Silva diz que “recebeu do Banco Comercial Português a notificação de participação qualificada” de 4,88%.

Airbnb anuncia intenção de entrar em bolsa em 2020

“A comunidade de anfitriões e hóspedes da Airbnb gerou mais de 100 mil milhões de dólares (90,5 mil milhões de euros) em impacto económico direto estimado em 30 países, só em 2018”, assumiu a Airbnb em comunicado.

Google apoia portuguesa Barkyn como startup em crescimento

“Durante estes dois meses vamos estar rodeados pelos maiores peritos digitais da Google, o que terá certamente um enorme impacto na afirmação da Barkyn como startup líder do espaço pet na Europa”, garantiu um dos responsáveis da Barkyn.
Comentários