OE2019: Ministério da Agricultura com 2.440 milhões em 2019

A proposta de Orçamento do Estado para 2019 contempla um reforço da dotação da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural em 15,8% face ao ano anterior.

No próximo ano, a agricultura nacional contará com um orçamento global de 2.440 milhões de euros, provenientes do Orçamento do Estado (1.218 milhões de euros) e dos fundos comunitários (FEAGA e FEADER – 1.222 milhões de euros), destaca um comunicado ministério liderado por Luís Capoulas Santos.

“A proposta de Orçamento do Estado para 2019 contempla um reforço da dotação da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural em 15,8%, elevando para 1.218 milhões de euros, em termos de despesa efetiva consolidada, o montante disponível para aplicar ao longo do próximo ano”, destaca o referido comunicado.

Segundo esse documento, as quatro prioridades do Governo para o próximo ano são reforçar a prevenção dos incêndios rurais; investir no ordenamento e gestão da floresta; ampliar o regadio e gerir com eficiência o recurso água; e apoiar o investimento na agricultura e na agroindústria.

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, declara-se “satisfeito com a proposta, que permitirá consolidar e ampliar as políticas prioritárias de investimento na floresta e no regadio, no autoabastecimento do país, na redução de importações e no incremento das exportações, e também no reforço da discriminação positiva da agricultura familiar”.

Capoulas Santos nota ainda que “o reforço da componente orçamental permitirá igualmente continuar a dar apoio solidário, através de respostas rápidas e eficazes, aos agricultores e produtores florestais em situações de emergência que, infelizmente, são frequentes na atividade”.

Relacionadas

Dos partidos aos sindicatos: como o país reagiu ao Orçamento do Estado para 2019

Ao longo da manhã desta terça-feira, Presidente, partidos, sindicatos e associações empresariais emitiram a sua opinião sobre a proposta orçamental para o próximo ano. O documento foi entregue a Ferro Rodrigues pouco antes da meia noite.
Recomendadas

China reconhece que surto de peste suína é “muito grave”

“A situação da prevenção e controlo da peste suína africana é muito grave. O surto alastrou-se a 17 províncias e atingiu vastas áreas de criação de porcos, no interior do Sul da China”, afirma o ministério chinês da Agricultura e Assuntos Rurais.

Tempestade Leslie: mais sete concelhos abrangidos pelos apoios

A lista atualizada de concelhos abrangidos pelos apoios para minorar os estragos da tempestade Leslie compreende agora um total de 49 municípios, distribuídos por quatro distritos – Aveiro, Coimbra, Leiria e Viseu .

Bruxelas tem mais de 190 milhões para promoção agroalimentar

Segundo um comunicado do executivo comunitário, a verba para cofinanciamento dos programas de promoção de produtos agroalimentares para 2019 é 12,5 milhões de euros superior à disponibilizada para este ano.
Comentários