Cinemas tiveram mais espectadores em outubro mas 2018 é de perda

Segundo dados estatísticos mensais do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), em outubro a rede de exibição comercial de cinema teve 1,3 milhões de espectadores, quando no mesmo mês de 2017 tinham sido 899 mil espectadores.

Em outubro, as salas de cinema registaram 1,3 milhões de espectadores, o que significa um aumento de 45% comparando com o mês homólogo, mas essa subida ainda não compensa a perda de audiências registada este ano.

Segundo dados estatísticos mensais do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), em outubro a rede de exibição comercial de cinema teve 1,3 milhões de espectadores, quando no mesmo mês de 2017 tinham sido 899 mil espectadores.

Para este aumento contribuiu a Festa do Cinema, que decorreu em outubro, com três dias de preços de bilhetes reduzidos em todas as salas.

Em termos de receita bruta de bilheteira, o aumento em outubro foi de 1,5 milhões de euros, comparando com outubro de 2017, subindo 31% de 4,8 milhões de euros para 6,3 milhões de euros.

Avaliando o panorama da exibição comercial de 2018, o ICA constata que, entre janeiro e outubro, houve 11,8 milhões de espectadores a irem ao cinema, ou seja, menos 8,3% comparando com o mesmo período de 2017.

Em receitas de bilheteira, a quebra é de 6,1%, descendo de 67 milhões de euros para 62,9 milhões de euros.

Segundo o ICA, até outubro estrearam-se comercialmente 30 longas-metragens de produção portuguesa.

“Bad investigate”, de Luís Ismael, continua na liderança dos filmes portugueses mais vistos este ano, com 45.422 espectadores.

Em segundo lugar figura “Pedro e Inês”, de António Ferreira, estreado a 18 de outubro, e que soma 36.735 espectadores.

Ler mais
Recomendadas

Seis realizadores vão receber 2,5 milhões de euros para apoio a primeiras longas de ficção

A este programa de apoio candidataram-se 62 projetos de longa-metragem, tendo o júri e o conselho diretivo do ICA decidido atribuir as verbas a seis produções.

António Lobo Antunes apresenta “José Cardoso Pires e o leitor desassossegado”

Nesta obra, o autor demonstra que a bibliografia de José Cardoso Pires não contém ingredientes de policiais ‘à americana’, e que, nos títulos do escritor português de “O Delfim” e “Balada da Praia dos Cães”, o leitor “é convidado a entrar na investigação”.

“Se puder impedir o meu filho de ser gay eu faço-o”. Kevin Hart desiste de apresentar Óscares após críticas

O ator e comediante desistiu de apresentar a cerimónia dos Óscares de 2019 devido ao coro de críticas nas últimas horas sobre afirmações do norte-americano que têm mais de sete anos, consideradas ofensivas pela comunidade homossexual.
Comentários