OutSystems ganha prémio de inovação

A empresa líder no desenvolvimento e oferta de plataformas low-code, que permitem um rápido desenvolvimento de aplicações empresariais, acaba de ser considerada a “Melhor Solução para Desenvolvimento Mobile” em 2018 nos SIIA CODiE Awards.

Depois de anunciar uma ronda de investimento de 360 milhões de dólares (310 milhões de euros), liderada pelos fundos de capital de risco da KKR e da Goldman Sachs, a OutSystems, empresa líder no desenvolvimento e oferta de plataformas low-code (que permitem um rápido desenvolvimento de aplicações empresariais), acaba de ser considerada a “Melhor Solução para Desenvolvimento Mobile em 2018” nos SIIA CODiE Awards. Estes prémios destacam empresas que, em todo o mundo, desenvolvem produtos tecnológicos inovadores.

O caminho para vencer esta categoria é um processo que decorre em duas fases. Ainicial, de escolha dos finalistas, envolve juízes membros da SIIA de empresas como a Cisco, Accenture, JPMorgan Chase e Google, entre outras. Cada solução é pontuada pelas suas características e funcionalidades, tais como facilidade de implementação e atualização, diversidade de plataformas suportadas, usabilidade, entre outras, explica a OutSystems, em comunicado. Na segunda fase de pontuação, os membros da SIIA votam nos finalistas, e os seus resultados são combinados com o resultado final para determinar quais os vencedores de cada uma das 51 categorias dos CODiE.

Para o desenvolvimento de aplicações web e mobile, “a OutSystems é a única plataforma low-code com características móveis avançadas, UX pixel-perfect, facilidade de integração com qualquer sistema, com capacidades offline seguras e implementação com um só clique. Por isso, quer se trate de uma aplicação empresarial, business-to-consumer, ou uma solução field-service complexa, a rapidez e agilidade oferecidas são as que as equipas de programadores e clientes precisam”, diz a empresa.

“Ganhar este CODiE pelo terceiro ano consecutivo é o reconhecimento da profundidade e amplitude da experiência que a OutSystems tem no desenvolvimento de aplicações low-code móveis e web”, explica Steve Rotter, CMO da OutSystems. “O facto de os CODiE Awards serem os únicos prémios revistos pelos pares da indústria valida o que os nossos clientes nos dizem: que a OutSystems é a plataforma mais rápida e compreensiva para o desenvolvimento, implementação, alteração e gestão de aplicações móveis e web, em todos os dispositivos.”, acrescentou.

A empresa tecnológica, que nasceu em Linda-a-Velha (Lisboa) e atualmente tem sede no Luxemburgo, tem um volume de negócios que ronda os 100 milhões de dólares (85 milhões de euros) e que, segundo a empresa, “cresce mais de 70% ao ano”. Está presente  em mais de meia centena de países, com destaque para os Estados Unidos, nos países da Ásia Pacífico e da Europa. Conta atualmente com perto de 770 trabalhadores, a maioria dos quais engenheiros informáticos e baseados em Portugal (nos escritórios de Lisboa, Proença-a-Nova e Braga).

Relacionadas

Investimento em capital de risco teve o melhor primeiro semestre dos últimos três anos

O mercado de fusões e aquisições em Portugal continua a cair em número de operações e a somar em termos de valor, de acordo com o mais recente relatório da Transactional Track Record, publicado esta quinta-feira.
Recomendadas

Lesados do BES: “Há centenas de queixas e o Ministério Público não dá seguimento”

Em declarações à Lusa, António Silva, um dos porta-vozes do grupo, garantiu que os lesados avançaram com queixas na justiça contra gerentes do antigo BES, mas não estão a ver resultados.

Associação de lesados do Banif espera solução até final de dezembro

Entre os lesados estão cerca de 3.500 obrigacionistas, grande parte das regiões autónomas da Madeira e dos Açores, mas também das comunidades portuguesas na África do Sul, Venezuela e Estados Unidos, num total de perdas de 263 milhões de euros.

Farfetch aumenta preço da entrada em bolsa para até 19 dólares por ação

Depois de o interesse dos investidores em ações tecnológicas, a Farfetch aumentou o preço das ações em cerca de dois dólares para, entre os 17 e os 19 dólares, avaliando a empresa entre 4,9 e 5,5 mil milhões de dólares.
Comentários