Parlamento Europeu aprova relatório que condena governo da Hungria

Esta é a primeira vez na história do projeto europeu que o Parlamento elabora e aprova um relatório sobre a ativação do artigo 7.º do Tratado da União Europeia, que prevê, como sanção máxima, a suspensão dos direitos de voto do Estado-membro em causa no Conselho.

O Parlamento Europeu recomendou esta quarta-feira ao Conselho a instauração de um procedimento disciplinar à Hungria por violação grave dos valores europeus pelo Governo de Viktor Órban, em matérias como migrações e Estado de direito.

Esta é a primeira vez na história do projeto europeu que o Parlamento elabora e aprova um relatório sobre a ativação do artigo 7.º do Tratado da União Europeia, que prevê, como sanção máxima, a suspensão dos direitos de voto do Estado-membro em causa no Conselho.

O relatório da comissão parlamentar das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos do PE, que considerava existir um risco manifesto de violação grave, pela Hungria, dos valores europeus, recebeu 448 votos a favor, 197 contra e 48 abstenções durante a votação realizada no hemiciclo de Estrasburgo, França.

Recomendadas

Polémica em França: Escolas vão substituir “pai” e “mãe” por “responsável 1” e “responsável 2”

Os defensores da mudança dizem que vai impedir a discriminação contra pais do mesmo sexo, mas os críticos argumentam que esta nova fórmula “desumaniza” a paternidade.

Duro golpe para a indústria britânica: Honda planeia fechar fábrica no Reino Unido

Construtora nipónica parece querer furtar-se às consequências do Brexit e concentra produção no país de origem, apesar de oficialmente não ser essa a explicação. É mais uma má notícia para a indústria britânica.

‘Xuexi Qiangguo’: app da Alibaba com 44 milhões de downloads gera suspeitas na China

Uma app que está a ser um enorme sucesso terá sido criada por um departamento da empresa que é quase desconhecido. A aplicação serve propósitos de propaganda do governo liderado por Xi Jinping.
Comentários