Parlamento Europeu: Sara Cerdas nomeada para delegações Euro-Latino-Americana e África do Sul

Sara Cerdas afirma a necessidade de “construir pontes, criar relações consolidadas e intervir diretamente nos problemas que afetam diariamente os nossos emigrantes”, acrescentando que o Parlamento Europeu dispõe de mecanismos que podem ajudar a ultrapassar alguns desses problemas.

A eurodeputada socialista da Madeira, Sara Cerdas, foi nomeada para as delegações da Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana (EUROLAT) e para as relações com a África do Sul no Parlamento Europeu. Sara Cerdas é ainda membro suplente na Delegação para as Relações com os Países da América Central.

A socialista está satisfeita com os lugares que lhe foram atribuídos em ambas as comissões de trabalho, afirmando que são duas delegações estratégicas.

“Temos muitos madeirenses, muitos luso-descendentes, a residir em África do Sul e em países que constituem o EUROLAT, por exemplo na Venezuela, e importa que os nossos cidadãos tenham uma voz ativa que os represente e lute pelos seus interesses no Parlamento Europeu”, defendeu a eurodeputada.

Sara Cerdas afirma a necessidade de “construir pontes, criar relações consolidadas e intervir diretamente nos problemas que afetam diariamente os nossos emigrantes”, acrescentando que o Parlamento Europeu dispõe de mecanismos que podem ajudar a ultrapassar alguns desses problemas.

A eurodeputada do PS-Madeira sublinhou que ainda há muito a fazer e que muito pode ser feito, mas que o primeiro passo é reunir com as entidades públicas, ONGs e outros atores da sociedade civil que trabalhem com estes países, de modo a definir qual o campo de atuação.

Recomendadas

Sara Cerdas defende venda do destino Porto Santo durante todo o ano

A eurodeputada referiu que o Porto Santo tem reunidas todas as condições para ser um destino de excelência ao nível do turismo sustentável, um nicho de mercado que considera não estar a ser explorado.

Fique a saber que opções tem caso queira trocar um artigo

Não se esqueça de guardar todos os talões, comprovativos ou recibos. Assim, tem as ofertas todas acauteladas e pode, ainda, fazer as suas contas.

PS-Madeira aponta problemas de financiamento da Universidade da Madeira

Apesar de o Conselho de Reitores ter assinado recentemente um acordo sobre as perspetivas financeiras para os próximos quatro anos que prevê já um aumento de 2,4% no financiamento, o deputado Carlos Pereira referiu, à saída da reunião, que tal não é ainda suficiente, face às necessidades e às perspetivas que a UMa tem.
Comentários