“Pedimos desculpas”. ‘Walkie-talkie’ do Apple Watch desativado por falha de segurança

A Apple justificou-se: “Chegamos à conclusão de que desativar a aplicação é a maneira correta de proceder, já que o erro permitiria que alguém conseguisse ouvir o conteúdo áudio o iPhone de outro usuário sem consentimento. Pedimos desculpas novamente por este incidente e pelo inconveniente que isso pode causar”.

Flickr

A Apple desativou a aplicação walkie-talkie dos seus relógios inteligentes, para prevenir que alguém conseguisse aceder ao conteúdo dessa ferramenta, visto que foram detetadas vulnerabilidades na ferramenta walkie-talkie desses dispositivos. A tecnológica norte-americana quis assegurar que os preceitos de segurança, privacidade e proteção de dados não fossem violados.

Citada pelo espanhol “El Economista”, a Apple justificou-se: “Chegamos à conclusão de que desativar a aplicação é a maneira correta de proceder, já que o erro permitiria que alguém conseguisse ouvir o conteúdo áudio o iPhone de outro usuário sem consentimento. Pedimos desculpas novamente por este incidente e pelo inconveniente que isso pode causar”.

Até agora, a função “walkie talkie” permitia que quem tivesse um dispositivo do género da Apple comunicasse com maior “mobilidade”, através de uma ligação à Internet. A Apple incorporou as últimas versões do chamado Apple Watch com o objetivo de promover a comunicação entre os utilizadores do Watch de forma rápida, eficiente, gratuita e universal, evitando o pagamento de roaming ou rede móvel.

 

Recomendadas

Clube de Cristiano Ronaldo muda de nome para Piemonte Calcio… no FIFA 2020

O contrato de exclusividade da equipa italiana com a Konami indica que o “eFootball PES 2020 será o único videojogo de consola que contará com o nome do clube, o emblema e estádio quando for lançado a 10 de setembro de 2019”.

Do espanto à crítica. ‘Action figure’ do patrão da Amazon causa mistério nas redes sociais

Apesar de não estarmos a falar de nenhum lutador de wrestling, nem tão pouco de um desportista, o mediático Jeff Bezos também teve direito a ser imortalizado em forma de ‘action figure’. Nas redes sociais não se fala de outra coisa.

E ainda agora começaram. Millennials: a geração que já está cansada de trabalhar

Geralmente, os conteúdos publicados nas redes sociais refletem o estilo de vida que os millennials pretendem, mas que não conseguem alcançar. Esta geração não sente inveja de objetos ou propriedades, mas das experiências que se encontram refletidas nas redes sociais de outros.
Comentários