“Pedimos desculpas”. ‘Walkie-talkie’ do Apple Watch desativado por falha de segurança

A Apple justificou-se: “Chegamos à conclusão de que desativar a aplicação é a maneira correta de proceder, já que o erro permitiria que alguém conseguisse ouvir o conteúdo áudio o iPhone de outro usuário sem consentimento. Pedimos desculpas novamente por este incidente e pelo inconveniente que isso pode causar”.

A Apple desativou a aplicação walkie-talkie dos seus relógios inteligentes, para prevenir que alguém conseguisse aceder ao conteúdo dessa ferramenta, visto que foram detetadas vulnerabilidades na ferramenta walkie-talkie desses dispositivos. A tecnológica norte-americana quis assegurar que os preceitos de segurança, privacidade e proteção de dados não fossem violados.

Citada pelo espanhol “El Economista”, a Apple justificou-se: “Chegamos à conclusão de que desativar a aplicação é a maneira correta de proceder, já que o erro permitiria que alguém conseguisse ouvir o conteúdo áudio o iPhone de outro usuário sem consentimento. Pedimos desculpas novamente por este incidente e pelo inconveniente que isso pode causar”.

Até agora, a função “walkie talkie” permitia que quem tivesse um dispositivo do género da Apple comunicasse com maior “mobilidade”, através de uma ligação à Internet. A Apple incorporou as últimas versões do chamado Apple Watch com o objetivo de promover a comunicação entre os utilizadores do Watch de forma rápida, eficiente, gratuita e universal, evitando o pagamento de roaming ou rede móvel.

 

Recomendadas

“Urbiwise não vai competir com imobiliárias. O nosso negócio é trabalhar dados”, refere fundador

Plataforma foi criada pela Sigularity Digital Enterprise, da qual Pedro Martins é um dos fundadores. Com apenas duas semanas de atividade no mercado os portugueses já fizeram mais de 60 mil avaliações de imóveis na plataforma, que permitiu uma poupança de mais de nove milhões de euros nas avaliações.

Critical Software quer duplicar equipa em Vila Real e está a recrutar

A tecnológica vai abrir um novo centro de engenharia na cidade, porque as instalações inauguradas há um ano não chegam para as ambições em termos de equipa (50 trabalhadores).

O que se pode fazer com o Assistente da Google em Português?

O Assistente da Google já está disponível em Português de Portugal. Mas o que pode fazer com ele? Damos-lhe algumas (muitas) dicas.
Comentários