Pedro Calado critica “lóbi político vergonhoso” sobre Zona Franca e questiona como se iria repor receita fiscal se desaparecesse CINM

O governante criticou a deputada do PS, Ana Gomes, por “estar a dar cabo e a denegrir” o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM). Pedro Calado esclareceu que “as questões que têm sido levantadas pelas entidades europeias são técnicas” e afirmou que juntamente com a República o Governo Regional “vai continuar a defender os interesses” do CINM.

Assembleia Legislativa da Madeira

A Zona Franca da Madeira, e em particular o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), foi um dos temas que emergiu na discussão do Orçamento Rectificativo. O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, afirmou que se um dia a receita fiscal obtida através desta via desaparecer a Região “terá um problema muito complicado” para repor essa verba e criticou ainda o “lóbi político vergonhoso” que tem sido feito sobre este assunto.

O governante esclareceu a Assembleia Regional que as questões que têm sido levantadas pela entidades europeias, relativamente à Zona Franca, “têm sido técnicas que nós vamos responder como sempre fizemos”.

Pedro Calado deixou críticas à deputada do PS, Ana Gomes, por “estar a dar cabo e a denegrir” o CINM. O governante, criticou o “lóbi político vergonhoso” que tem existido sobre a Zona Franca, e questionou que num cenário em que este organismo desapareça “como é que se vai repor os 200 milhões de euros de receita fiscal”.

“O CINM é importante para a Madeira”, vincou. Pedro Calado esclareceu que juntamente com o executivo central se tem feito trabalho no sentido de defender os interesses do CINM.

O governante disse ainda que o que incomoda a oposição na Madeira é o executivo regional “estar a melhorar muito a vida dos madeirenses”. Pedro Calado afirmou que já foi reduzido o “IRS, IRC, ISP e que a carga fiscal já caiu 2% na Região enquanto que na República se tem aumentado”, acrescentou.

Relacionadas

Bruxelas anuncia investigação aprofundada às isenções fiscais na Zona Franca da Madeira

Bruxelas indica que, “no âmbito do acompanhamento da execução das decisões relativas a auxílios estatais, a Comissão procedeu a uma avaliação preliminar da forma como Portugal aplicou à ZFM o regime de auxílios até à sua expiração no final de 2014″.

“Até um aluno de primeira classe percebe que a zona franca não é um offshore”

A Madeira vai colaborar com Comissão Europeia na investigação à Zona Franca, diz o presidente do Governo. Miguel Albuquerque volta a criticar a posição da eurodeputada Ana Gomes. “Ela quer fazer gincana política e prejudicar a Madeira”.
Recomendadas

Projeto Macaronight chega à Madeira para aproximar ciência da população

Entre os destaques do evento está uma corrida de robots para famílias. O projeto envolve a Madeira, Açores, Gran Canaria e Tenerife e tem financiamento europeu.

Funchal recebe reunião do grupo geopolítico dos 12+

O plano e orçamento, a crise migratório, e a situação da Venezuela, serão alguns dos temas discutidos na reunião da União Interparlamentar (UIP).

Governo da Madeira anuncia apoio para passes de estudantes

O presidente do Governo da Madeira anunciou hoje que vai ser incluída no Orçamento Regional de 2019 uma verba para apoiar os passes de estudantes nos transportes públicos urbanos e interurbanos, que abrangerá “todas as famílias” da região.
Comentários