PIB na Grécia deverá crescer 2% nos próximos 3 anos

A Comissão Europeia previu hoje uma manutenção do crescimento da Grécia para os próximos três anos, com o Produto Interno Bruto (PIB) a crescer 2,0% até 2020.

Yves Herman / Reuters

Nas previsões de outono da Comissão Europeia, Bruxelas reviu ligeiramente em alta a previsão anterior para o crescimento do PIB este ano (tinha previsto 1,9% no verão), mas baixou em três décimas as previsões que tinha para 2019, com o país a terminar o programa de assistência financeira do Mecanismo Europeu de Estabilidade e a recuperação da economia a dar frutos, embora ainda com “algumas vulnerabilidades”.

“Sustentar o ímpeto de reforma será fundamental para assegurar o investimento e convergência”, refere a Comissão Europeia, sinalizando que o emprego está a recuperar e as exportações deverão alcançar de novos os padrões históricos.

Para Bruxelas, o crescimento “sólido”, em combinação com a descida das necessidades de crédito e os excedentes orçamentais primários deverão ajudar a reduzir “significativamente” a relação dívida/PIB.

A taxa de desemprego deverá continuar a descer dos 21,5% de 2017 para os 19,6% em 2018, 18,2% em 2019 e chegar aos 16,9% em 2020.

A dívida pública também deverá baixar dos 182,5% do PIB em 2018 para 174,9% em 2019 e 167,4% em 2020 e o défice deverá manter-se nos 0,6% do PIB até 2020.

A taxa de inflação, por sua vez, deverá fixar-se em 2019 nos 1,2% (dos 0,8% de 2018) e recuar para os 1,0% em 2020.

Ler mais
Recomendadas

Quatro bombeiros feridos em incêndios em Castelo Branco

Dois incêndios que atingem desde as 15:00 de hoje os concelhos de Vila de Rei e da Sertã estão a mobilizar 13 meios aéreos e mais de 500 operacionais.

Costa diz que trabalhos parlamentares encerraram com “chave de ouro”

Sobre o pacote laboral, aprovado apenas com o voto favorável do PS, abstenção de PSD e CDS-PP, e votos contra do BE, PCP, PEV e PAN, o líder do PS classificou-o como “uma legislação que, pela primeira vez desde 1976, reforça os direitos de quem trabalha”.

British Airways suspende voos para o Cairo por motivos de segurança

A companhia aérea britânica British Airways anunciou este sábado, 20 de julho, a suspensão dos seus voos para a capital do Egito, Cairo, durante os próximos sete dias, alegando motivos de segurança.
Comentários