Porto Business School destacada entre as melhores escolas da Europa pelo sétimo ano consecutivo

O Financial Times (FT) European Business School Ranking divulgado esta segunda-feira revela que a instituição ficou em 62.º lugar, pelo sétimo ano consecutivo, pela qualidade dos programas criados para responder às necessidades das empresas.

A Porto Business School voltou a destacar-se entre as melhores universidades da Europa no Financial Times (FT) European Business School Ranking. O ranking divulgado esta segunda-feira revela que a instituição ficou em 62.º lugar, pelo sétimo ano consecutivo, pela qualidade dos programas criados para responder às necessidades das empresas.

O FT European Business School Ranking avalia as escolas de negócios em cinco categorias: mestrados em gestão, MBA full-time, MBA executivo, formação para executivos aberta e formação para executivos customizada. O MBA Executivo da Porto Business School ficou em 59.º lugar, enquanto os programas “Open Executive Education” e “Custom Executive Education”, ocupam os 34.º e 36.º lugares neste ranking, respetivamente.

“Esta é mais uma evidência da qualidade e impacto do trabalho desenvolvido pela Escola, ao longo dos últimos 30 anos, desenvolvendo as competências necessárias para que indivíduos e organizações façam a mudança acontecer”, afirma Ramon O’Callaghan, Dean da Porto Business School.

Ramon O’Callaghan diz a presença neste ranking reforça a qualidade dos programas que a Porto Business School oferece e a “elevada qualidade da formação para executivos em Portugal – as principais escolas de negócios em Portugal estão no top 100 do mundo – o que, em termos proporcionais, considerando o rácio entre o número de escolas de negócios no top mundial por país e a sua população, faz de Portugal um dos países com maior representatividade neste ranking“.

Recomendadas

Portugal entre os países europeus com menos empregos na cultura

Cerca de 8,7 milhões de pessoas na União Europeia trabalham no setor cultural. Este grupo de trabalhadores representa 3,8% do total de pessoas empregadas. Portugal é o quarto pior deste ranking.

Católica abre portas à comunidade com ‘open day’ dedicado ao talento

Os quatro pólos da Universidade Católica Portuguesa promovem esta quarta-feira, 20 de fevereiro, um amplo debate sobre o “Talento para o Futuro”. O Jornal Económico é media ‘partner’ da iniciativa.

Professores e Governo vão reunir “nos próximos vindouros dias”, assegura ministro da Educação

Sobre o ponto de partida do Governo para a negociações com os professores, que continuam a exigir que lhes seja reconhecido o tempo de serviço congelado de nove ano, quatro meses e dois dias, Tiago Brandão Rodrigues disse que parte para a mesa negocial de “boa-fé”.
Comentários