PremiumPorto de Sines apontado como ‘ponto crítico’ para o sucesso da ‘Rota da Seda’

O Instituto Schiller atualizou o seu estudo de 2014 sobre o impacto do projeto chinês da ‘Nova Rota da Seda’ e considera que o porto alentejano é uma elo fudamental para o êxito desta iniciativa global.

O porto de Sines é considerado pelos grandes especialistas mundiais do setor como um elo fundamental no projeto de ligação comercial global lançado em 2013 pelo atual presidente da República Popular da China, em particular pela sua posição geoestratégica especial e privilegiada de ligação aos continentes de África e às Américas, do Norte e do Sul.

A mais recente versão do estudo ‘A Nova Rota da Seda torna-se a ponte terrestre mundial: um futuro compartilhado para a Humanidade”, que atualiza uma primeira versão de 2014, da autoria do Instituto Schiller (Alemanha) considera, assim, que o porto de Sines, é um dos dois “pontos críticos”,  para o desenvolvimento deste projeto, pela sua vocação mais atlântica, a par do porto espanhol de Algeciras, com um pendor mais mediterrânico.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Sonae Sierra: projeto de renovação do CascaiShopping eleito o melhor da Europa

O projeto de renovação, que contou com um investimento de 14 milhões, e do centro comercial que conta com 73.800 m2 de Área Bruta Locável (ABL), 199 lojas distribuídas por dois pisos, 40 restaurantes, sete salas de cinema (uma delas IMAX) e o inovador “Cascais Kitchen”.

Monte da Ravasqueira: Das adegas alentejanas para as mesas da China e dos EUA

Negócio de vinhos do Grupo José de Mello isolou as exportaçõese a criação de valor como vetores de desenvolvimento. No ano passado,o volumede negócios disparou 30%e a tendência mantém-se positiva em 2019.

Clientes são os vencedores do ‘confronto’ entre FinTech e a banca

Com a aposta no digital, a banca segue o exemplo das FinTech em identificar soluções para resolver as exigências dos clientes.
Comentários