“Portugal é exemplo porque conseguiu sair da aventura do programa de assistência mais cedo”, enaltece Tsipras

Chefe do executivo grego falava na sua residência oficial, em Atenas, no início de um encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se encontra na Grécia em visita de Estado.

Yves Herman / Reuters
Ler mais

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, apontou hoje Portugal como “um exemplo positivo”, por já ter saído do programa de assistência financeira, em 2014, considerando que esse precedente dá esperança à Grécia.

O chefe do executivo grego falava na sua residência oficial, em Atenas, no início de um encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que se encontra na Grécia em visita de Estado.

De acordo com a tradutora presente no encontro, no qual estiveram apenas repórteres de imagem, Tsipras afirmou que “Portugal é um exemplo positivo porque conseguiu sair da aventura do programa [de assistência] mais cedo” do que a Grécia.

Segundo a intérprete oficial, o primeiro-ministro grego considerou que “isso constitui um precedente” que dá esperança à Grécia relativamente à conclusão do seu programa de assistência.

Por sua vez, o Presidente da República afirmou perante o primeiro-ministro grego que a Grécia “pode contar com Portugal neste momento importante de preparação do futuro”.

Nas declarações captadas pelas televisões, Marcelo Rebelo de Sousa saudou a Grécia “pela forma corajosa e resistente como tem enfrentado desafios, vários dos quais Portugal também já defrontou”.

“Estamos, no fundo, a três meses de um momento histórico importante para a Grécia, e a Grécia sabe que pode contar com Portugal neste momento que é um momento importante de preparação do futuro”, acrescentou.

O chefe de Estado português já se tinha referido à conclusão do atual programa de assistência financeira à Grécia, hoje de manhã, quando foi recebido pelo Presidente da República Helénica, Prokopios Pavlopoulos.

“Animam-me imenso as perspetivas que se abrem para a economia e para a sociedade gregas”, declarou, na altura.

Mais tarde, no parlamento grego, o Presidente da República reafirmou as expectativas positivas em relação a este processo.

“Continuamos a encarar como, mais do que uma esperança, uma certeza, a forma feliz como a Grécia vai concluir um processo de anos que foram anos difíceis, mas foram anos importantes, não apenas para a Grécia, mas para toda a Europa”, disse, na presença do presidente do Parlamento Helénico, Nikos Voutsis.

Recomendadas

Chelsea FC está à venda: Abramovich quer 3,3 mil milhões de euros

Clube londrino pode mudar de mãos e já há um preço definido: quinze vezes mais do que foi investido pelo magnata russo há 15 anos.

Telefónica planeia vender filiais no México e América Central para reduzir dívida e valorizar em bolsa

Em causa estão as filiais da Telefónica no México, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Nicarágua e Panamá. A empresa de telecomunicações está a trabalhar neste cenário “há muitos meses” e as negociações estão “bastante avançadas”.

Pedro Proença em direto: os novos desafios do futebol profissional em Portugal

O presidente da Liga de Futebol Profissional está no International Club of Portugal para falar sobre o futebol português. Acompanhe em direto.
Comentários