Portugal pode ter já oito vítimas do ‘Baleia Azul’

Haverá mais quatro casos, além dos previamente anunciados em Setúbal, Portalegre e Algarve.

O jogo da ‘Baleia Azul’ pode ter totalizado já oito vítimas em Portugal, na sequência de novos internamentos registados no Porto. De acordo a RTP, haverá mais quatro casos além daqueles que foram divulgados de jovens em Setúbal, em Portalegre e no Algarve. A estação pública revela que os quatro jogadores deram entrada na urgência de pedopsiquiatria da cidade do Porto, esta quarta-feira, e todos apresentavam cortes e sinais de automutilação mas nenhum ficou internado.

As autoridades portuguesas têm estado empenhadas em combater o flagelo que este desafio está a atingir nos jovens portugueses. Ainda esta quinta-feira, uma fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR) explicou à TVI24 que “poderá existir um caso numa escola de Gondomar”. “A GNR está neste momento em campo, nomeadamente, com elementos da Escola Segura, para tentar averiguar a veracidade do caso”, acrescentou o mesmo porta-voz ao canal de Queluz.

Também no início desta manhã, veio a público a informação de que a Polícia Judiciária está a investigar se há “curadores” portugueses no polémico jogo através de uma investigação aos telemóveis que receberam esse tipo de mensagens, revelou a mais recente ediçaõ do Diário de Notícias.

Relacionadas

‘Baleia Azul’: Estes são os 50 desafios que estão a preocupar pais de todo o mundo

Site brasileiro divulgou aqueles que são, alegadamente, os cinquenta desafios do jogo que está a alarmar o Brasil e que ameaça chegar a Portugal.

“Baleia Azul”: PJ investiga se há ‘curadores’ portugueses

As autoridades portuguesas estão a investigar os quatro casos de “Baleia Azul” conhecidos até hoje, para perceber se as mensagens são enviadas a partir de Portugal

Adolescente do Porto internada após jogar “Baleia Azul”

Este é o quarto caso relatado em Portugal de vítimas do jogo online oriundo da Rússia,
Recomendadas

Alterações climáticas: 60% das plantações selvagens de café em risco de extinção

“Uma percentagem de 60% de todas as espécies de café em risco de extinção é extremamente alta, especialmente quando se compara isso a uma estimativa global de 22% das plantas em risco de extinção”, disse Eimear Nic Lughadha. Com o aumento das temperaturas globais, os investigadores estimam a produção desta planta deva cair pela metade até o final do século.

Arrendamento urbano: Comissão propõe regime de exceção para as autarquias

Proposta pretende aumentar a oferta dirigida à classe média/baixa no mercado de arrendamento habitacional.

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses acusa ministra da Saúde de dizer “inverdades”

Em causa estão as declarações da ministra da Saúde, Marta Temido, proferidas na quinta-feira no final de reuniões com os sindicatos dos enfermeiros, em que afirmou não ser possível “corrigir hoje, por uma revisão da carreira, tudo o que é um histórico de congelamentos” na profissão de enfermagem.
Comentários