Portugal reembolsa mais mil milhões de euros do empréstimo do FMI

Aproximadamente 80% do empréstimo total do FMI, no montante de 26.300 milhões de euros, foi já liquidado, segundo o ministério das Finanças.

D.R.

O Tesouro fez mais um reembolso antecipado ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo um comunicado do ministério das Finanças, Portugal pagou antecipadamente uma parcela do empréstimo, que vencia entre março e maio de 2021, no montante de 1.001 milhões de euros.

“Com esta operação ficaram concluídos os reembolsos antecipados ao FMI em 2017. Foram pagos durante o corrente ano 10.013 milhões de euros”, referiu o ministério. “Aproximadamente 80% do empréstimo total do FMI, no montante de 26.300 milhões de euros, foi já liquidado”.

O ministério liderado por Mário Centeno acrescentou que vai continuar a implementar o plano de amortizações antecipadas ao FMI no próximo ano, “como previsto no programa de financiamento da República, mantendo-se ainda assim uma prudente almofada financeira”.

Relacionadas

Moody’s: “O peso da dívida vai iniciar uma queda sustentada após 2017”

O vice-presidente da Moody’s, Evan Wohlmann, está confiante que Portugal vai manter um défice abaixo de 3%, beneficiando do crescimento económico, mas aponta riscos à consolidação orçamental.

Tesouro vai ao mercado trocar dívida por maturidades mais longas

O IGCP vai recomprar esta quarta-feira Obrigações com prazos em 2019 e 2020. Em contrapartida, vende títulos a cinco e 10 anos. O anúncio acontece no mesmo dia em que Mourinho Félix informou os ministros das Finanças da UE que Portugal vai fazer mais um reembolso antecipado antecipado ao FMI de 500 milhões de euros este ano.

Portugal ainda vai reembolsar 500 milhões de euros ao FMI até ao fim do ano

O anúncio foi feito pelo secretário de Estado das Finanças, Ricardo Mourinho Félix, esta terça-feira aos ministros das Finanças da União Europeia, em Bruxelas.

Reembolsos ao FMI reduzem financiamento das administrações públicas para 1,4 mil milhões

Entre janeiro e setembro “o financiamento das administrações públicas no exterior situou-se em -2,8 mil milhões de euros, refletindo essencialmente reembolsos antecipados de empréstimos do Fundo Monetário Internacional no montante de 5,3 mil milhões de euros”, diz o Banco de Portugal.

El Mundo: Portugal passou da “humilhação” do resgate à “recuperação” da economia graças a Centeno

“De uma personagem questionada pelas autoridades financeiras, Centeno tornou-se querido tanto de Washington como de Bruxelas”, referiu o jornal espanhol, apontando o ministro das Finanças português como um dos favoritos para a presidência do Eurogrupo em 2018.
Recomendadas

Altice Portugal em conversas com dois bancos para prestar serviços financeiros

Alexandre Fonseca afirmou que, “neste momento, a Altice Portugal está a falar com duas instituições financeiras nacionais (…) sobre a possibilidade de expandir a sua oferta para a área de serviços financeiros”.

PremiumEmpresas e famílias terão incentivos fiscais no interior

Governo lança benefícios fiscais (ao nível do IRC e do IRS) para promover a revitalização do interior. Investir fora dos grandes centros urbanos terá mais vantagens para as famílias e para as empresas.

PremiumGoverno vai alocar 200 milhões das receitas do IRC à Segurança Social

O Governo pretende alocar cerca de 200 milhões de euros das receitas de IRC arrecadadas em 2019 ao Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, o equivalente a um ponto percentual da taxa do imposto que recai sobre as empresas . Face à transferência deste ano, os cofres da Segurança Social receberão mais 120 milhões de euros em 2019.
Comentários