Portugal registou melhor resultado de sempre na transposição de diretivas

Comissão Europeia publicou o “Painel de Avaliação do Mercado Único” do ano de 2017, onde Portugal surge com um défice de 0,4%, um valor bastante abaixo dos 0,9% da média europeia, sendo o quarto melhor registo entre os 28 Estados-Membros.

Portugal obteve o melhor resultado da sua história no que diz respeito à transposição de diretivas. O relatório denominado “Painel de Avaliação do Mercado Único” publicado no passado dia 11 de julho, pela Comissão Europeia mostra que o país atingiu um défice de 0,4%, um número abaixo da restante média europeia situado nos 0,9%.

No ano passado Portugal reduziu de forma considerável o número de diretivas com transposição em atraso passando de 35 para apenas quatro, o que corresponde a uma diminuição de 88%. Estes números colocam o país como o quarto melhor registo entre os 28 Estados-Membros.

Uma “reviravolta notável” segundo a Comissão Europeia. “Há um ano, Portugal era o Estado-Membro com o maior défice de transposição e com o aumento mais acentuado do mesmo. Atualmente, é o Estado-Membro que regista a maior diminuição (88 %) e um dos défices mais baixos (quarta posição). Além disso, atingiu o seu melhor resultado de sempre, juntamente com três outros Estados-Membros”.

No primeiro semestre deste ano o Governo português aprovou a transposição de 24 diretivas europeias, 11 sob a forma de proposta de lei (que se encontram todas na Assembleia da República) e 13 sob a forma de decreto-lei (que já foram todos publicados).

Recomendadas

Teodora Cardoso: “Não podemos pensar em reduzir impostos”

Em entrevista à ‘Antena 1’ e ao ‘Jornal de Negócios’, Teodora Cardoso disse: “penso que no estado em que estão as coisas, não podemos pensar muito em reduzir impostos”.

Quintela e Penalva com vendas de 94 milhões no primeiro semestre

Imobiliária especializada na venda e arrendamento de imóveis de luxo registou 134 negócios. A área residencial, cujo valor médio por transação é de 70 milhões de euros representou 71% das transações.

Ainda não abasteceu? Espere por amanhã: preços da gasolina e do gasóleo descem

O gasóleo irá cair 0,5 cêntimos, enquanto a gasolina vai descer 1,5 cêntimos, refletindo as cotações médias dos combustíveis nos mercados internacionais, de acordo com fontes do setor contactadas pelo Jornal Económico.
Comentários