Portugal vai fazer novo reembolso de mil milhões ao FMI

O IGCP pretende realizar um novo reembolso de mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional até ao final do ano, segundo uma apresentação aos investidores internacionais, que está disponível no site da entidade liderada por Cristina Casalinho. Com este reembolso, o total devolvido ao FMI em 2017 ascenderá a 10 mil milhões de euros, […]

O IGCP pretende realizar um novo reembolso de mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional até ao final do ano, segundo uma apresentação aos investidores internacionais, que está disponível no site da entidade liderada por Cristina Casalinho.

Com este reembolso, o total devolvido ao FMI em 2017 ascenderá a 10 mil milhões de euros, o que significa que a dívida do país ao fundo passará a ser de 3 mil milhões de euros.

De acordo com o documento, os reembolsos ao FMI vão continuar em 2018 e 2021, com pagamentos de 800 milhões e 1,8 milhões de euros, respetivamente.

Na apresentação, o IGCP defende que “Portugal superou a crise europeia, com o reequilíbrio da economia e as reformas estruturais a suportarem a retoma”.

 

Recomendadas

Manuel Pinho volta à comissão de inquérito de Energia a 20 de dezembro

O antigo governante propôs as datas de 18, 19 e 20 de dezembro e a comissão parlamentar de inquérito às rendas excessivas da energia escolheu a última.

“Bolachas Ronaldo”. Café português no Reino Unido envolto em polémica

Relação das bolachas ao alegado caso de violação que envolve, nos Estados Unidos, o futebolista português Cristiano Ronaldo desencadeou uma série de comentários negativos.

António Costa sobre OE2019: “Reduz défice, dívida e aumenta investimento público”

Primeiro-ministro apresentou o OE2019 aos deputados socialistas e não poupou elogios ao documento: “este Orçamento melhora a vida dos portugueses”.
Comentários