Portugueses confiam mais em António Costa para primeiro-ministro do que Rio ou Santana

A sondagem “Correio da Manhã”/Aximage, com dados recolhidos entre 6 e 9 de janeiro e uma amostra de 600 inquiridos, revela também uma subida significativa de António Costa face a dezembro (60,1%).

Os portugueses confiam mais em António Costa para primeiro-ministro do que em Rui Rio ou Pedro Santana Lopes, revela a mais recente sondagem “Correio da Manhã”/Aximage, divulgada esta sexta-feira, 12 de janeiro.

O atual primeiro-ministro venceria as eleições legislativas com maioria absoluta, caso fossem hoje, uma vez que alcançou 55,7% das intenções de voto. Os números apresentados, referentes a dados recolhidos entre dia 6 e 9 de janeiro, com uma amostra de 600 inquiridos, revela também uma subida significativa de António Costa face a dezembro (60,1%).

Neste estudo de opinião, Rui Rio conquista 33% das preferências dos entrevistados e Pedro Santana Lopes apenas 19%. Ainda assim, trata-se igualmente de um aumento, comparativamente ao mês anterior, para o ex-presidente da Câmara Municipal do Porto, que tinha assinado 32,8%.

Já o antigo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desceu 0,7 pontos percentuais para 19%. Segundo esta sondagem, os dois candidatos à liderança dos sociais-democratas não seriam os escolhidos dos portugueses para o cargo de chefe de Governo.

Relativamente às eleições diretas do PSD de amanhã, 13 de janeiro, mais de metade dos eleitores sociais-democratas (69%) inquiridos acredita que Rui Rio é o melhor dirigente partidário.

Rui Rio vs António Costa

  • 32,8% s 60,1%, respetivamente (dezembro)
  • 33% vs 55,7%, respetivamente (janeiro)

Pedro Santana Lopes vs António Costa

  • 19,7% vs 71,7%, respetivamente (dezembro)
  • 19% vs 71%, respet ivamente (janeiro)
Ler mais
Relacionadas

António Costa: “O grande desígnio para 2018 é ter melhor emprego”

Na abertura do debate quinzenal no Parlamento, o primeiro-ministro elegeu o “emprego digno” e com “salário justo” como a grande prioridade política do Governo em 2018. Prometeu também “duplicar” os apoios às empresas e avançar com “a descentralização e a reforma da floresta.”

Com Rui Rio não haverá geringonças de esquerda

Se tiver maioria absoluta, o PS governará sozinho mas Rio terá condições para afirmar a sua liderança. Se o PS precisar de coligar, o PSD volta a ser a primeira opção com Rui Rio.
Recomendadas

“Este orçamento aposta nas eleições”, critica Rui Rio

Rio escusou-se a revelar se o PSD votará contra este orçamento na votação na Assembleia da República, apontando que essa será uma decisão a ser tomada pelo partido.

Marcelo deu posse aos novos secretários de Estado

Foram reconduzidos como secretários de Estado Ana Mendes Godinho (Turismo), José Mendes (Adjunto e da Mobilidade), Carlos Manuel Martins (Ambiente), Célia Ramos (Ordenamento do Território e Conservação da Natureza) e Ana Pinho (Habitação).

PremiumGoverno do PS assume o todo: Bloco e PCP reivindicam as suas “marcas”

A caminho das eleições de 2019, os partidos procuram garantir dividendos políticos. BE e PCP reclamam autoria de medidas e tencionam manter pressão sobre o PS na fase da especialidade.
Comentários