Postos de combustível têm novos símbolos a partir de hoje

A medida é adotada por 35 países europeus, entre os quais Portugal, e visa facilitar a identificação do gasóleo e gasolina adequados ao seu carro (onde quer que esteja).

A partir desta sexta-feira, 12 de outubro, os postos de abastecimento de combustível em Portugal têm novos símbolos nos medidores e nas agulhetas, para facilitar a identificação do gasóleo e gasolina adequados ao veículo de cada condutor.

A norma surge da transposição de uma diretiva da União Europeia e foi criada com o intuito de disponibilizar a informação completa aos consumidores que viajam para outros países e não sabem como poderão atestar o seu carro.

A Galp Energia reuniu informação sobre os novos símbolos, para que possa entender a que letras correspondem cada tipo de combustível:

Gasolina: Circunferência com a letra E (de etanol)

Gasóleo: Quadrado com a letra B (de biodiesel)

Diesel Parafínico: XTL

Combustíveis Gasosos: Losangos com a sigla de cada combustível

  • Gás pressurizado líquido: LPG
  • Gás natural comprimido: CNG
  • Gás natural liquefeito: LNG
  • Hidrogénio: H2
Ler mais
Recomendadas

“Overtourism”: Estas 10 cidades estão a ser engolidas pelo turismo em massa

Com cada vez mais viajantes, o conceito de turismo em excesso alargou-se a mais destinos. Conheça os países que vão ser as principais vítimas deste fenómeno na próxima década.

O que fazer quando um crédito “desaparece” da Central de Responsabilidades

No caso de o crédito “desaparecer” da CRC não significa que a dívida deixou de existir, sendo que o consumidor mantém a sua responsabilidade perante a obrigação. Esta situação poderá ocorrer aquando da cessão de crédito (venda da dívida a terceiros), a favor de uma entidade fora do sistema financeiro, pelo que esta passa a assumir a posição de credor.

Mais de metade dos portugueses não confiam em fazer compras pela internet

Entre os consumidores que já aderiram às compras pela internet, 65% destacam como grande vantagem a comodidade. Por outro lado, 44% vê nas devoluções o maior entrave no ‘e-commerce’.
Comentários