Precários não integrados na função pública ameaçam avançar para tribunal

Os dirigentes sindicais não têm dúvidas de que os trabalhadores que foram excluídos vão avançar para tribunal, a fim de entrarem nos concursos.

Milhares de requerimentos de trabalhadores precários da administração pública que foram remetidos às Comissões de Avaliação Bipartida (CAB) estão a receber parecer negativo. Os dirigentes sindicais não têm dúvidas de que os trabalhadores que foram excluídos vão avançar para tribunal, a fim de entrarem nos concursos, avança o jornal “Diário de Notícias”.

O dirigente da Fesap, José Abraão, prevê que, no máximo, os requerimentos deferidos deverão rondar os 25 mil, depois de terem sido remetidos quase 32 mil. “Há a tentação de alguns serviços de dizerem que o vínculo é adequado” e que “a sua função não corresponde a uma necessidade permanente”, indica José Abraão, advertindo que “estes casos vão acabar em tribunal”.

Ana Aviola, dirigente da Frente Comum, não duvida que, caso os trabalhadores precários venham a avançar para tribunal, venham a ganhar o processo. “Os que estão em regime de outsourcing, como os dos programas comunitários, se forem para tribunal, ganham”, afirma. A dirigente lembra que, após verem os seus requerimentos recusados, os trabalhadores têm dez dias para contestar essa decisão.

Relacionadas

Bloco critica Governo pelo atraso na regularização de precários na função pública

A coordenadora bloquista promete fiscalizar e “continuar a exigir que este processo avance”.

Março: mês de greves e protestos para assinalar no calendário

A partir do próximo dia 13, professores e enfermeiros vão começar a entrar em greves. Seguem-se os enfermeiros e os médicos, já em abril.

Portugal continua com níveis de desigualdade bastante elevados à escala europeia

O retrato social de Portugal nos últimos 10 anos é traçado no livro “Desigualdades Sociais, Portugal e a Europa”

Sobre as perversidades do Ensino Superior…

Um sistema de ensino superior saudável tem de dar primazia ao processo de ensino, de transferência de saberes e competências. Isso só será possível com a valorização, em termos profissionais, daqueles que dão as aulas.
Recomendadas

Trump sobre Maduro: poderia ser “rapidamente derrubado” pelo exército venezuelano

Trump, que hoje interveio no primeiro dia do Debate Geral na 73.ª sessão da Assembleia-Geral da ONU, declarou esta terça-feira que a situação na Venezuela é “um caso triste” que deseja “ver resolvido”.

“Querem atacar-me, ataquem-me a mim”. Maduro critica Departamento do Tesouro norte-americano

O primeiro mandatário venezuelano reagia ao anúncio de hoje, de novas sanções do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da América (EUA) contra quatro pessoas do seu Governo, entre elas Cília Adela Flores de Maduro.

Ex-primeiro francês quer ser presidente da câmara municipal de Barcelona

“Quero ser o próximo presidente de câmara de Barcelona“, disse Manuel Vals, em catalão, numa cerimónia pública no Centro de Cultura Contemporânea da capital da Catalunha, colocando fim a vários meses de dúvida em relação às suas intenções de regressar à cidade em que nasceu há 56 anos.
Comentários