Preços da energia aceleram inflação da zona euro para 2,1%

O ritmo de crescimento dos preços da energia acelerou 1,4 pontos percentuais, para 9,4%, mais do que triplicando o passo registado pelas outras categorias onde os preços mais subiram.

A taxa de inflação anual na zona euro terá acelerado 0,1 pontos percentuais, em julho face a junho, para 2,1%, devido à evolução dos preços da energia, segundo a estimativa rápida divulgada pelo Eurostat esta terça-feira, 31 de julho.

O ritmo de crescimento dos preços da energia acelerou 1,4 pontos percentuais, para 9,4%, mais do que triplicando o passo registado pelas outras categorias onde os preços mais subiram.

Em junho, a inflação na zona euro já tinha acelerado 0,1 pontos percentuais, face a maio.

Em Portugal, a inflação terá acelerado 0,1 pontos percentuais, em julho, face a junho, para 1,6%, devido também à evolução dos preços da energia, segundo a estimativa rápida do Índice de Preços no Consumidor (IPC), divulgado pelo INE esta terça-feira, 31 de julho.

Em comunicado, Instituto Nacional de Estatística (INE) explica que “o índice relativo aos produtos energéticos terá acelerado, estimando-se uma taxa de variação homóloga de 7,8% em julho”.

A aceleração da inflação dos preços dos produtos energéticos, face a junho, terá sido de 0,32 pontos percentuais, enquanto face a igual mês do ano passado, o ritmo de aumento dos preços mais do que duplicou, passando de 3,75% para 7,78%.

O INE divulgará os dados definitivos da inflação de julho a 10 de agosto.