Prémio Pessoa 2018 é anunciado a 14 de dezembro

O Prémio Pessoa 2018, um galardão que reconhece “a atividade de pessoas portuguesas com papel significativo na vida cultural e científica do país”, será anunciado a 14 de dezembro, anunciou a organização.

JOSÉ SENA GOULÃO

O Prémio Pessoa, no valor de 60 mil euros, é uma iniciativa do semanário Expresso e da Caixa Geral de Depósitos e o galardoado da 32ª. edição será revelado pelo júri no Palácio de Seteais, em Sintra no dia 14 de dezembro.

“O Prémio Pessoa pretende representar uma nova atitude, um novo gesto, no reconhecimento contemporâneo das intervenções culturais e científicas produzidas por portugueses”, refere a organização em nota de imprensa.

As candidaturas ao prémio fecham a 23 de novembro.

Em 2017, o Prémio Pessoa foi atribuído ao arquiteto Manuel Aires Mateus, com o júri a destacar “a arquitetura moderna, abstrata e contemporânea”, presente em projetos como o Centro de Criação Contemporânea de Tours e a sede da EDP em Lisboa.

O Prémio Pessoa foi atribuído pela primeira vez em 1987 ao historiador José Mattoso.

A pianista Maria João Pires, o arqueólogo Cláudio Torres, os escritores José Cardoso Pires e Mário Cláudio, o encenador Luís Miguel Cintra, a historiadora Irene Flunser Pimentel e o escultor Rui Chafes também já foram distinguidos com o Prémio Pessoa.

Ler mais
Recomendadas

Já conhece os novos emojis? Veja as novidades que vão chegar no outono

“A celebração da diversidade em todas as suas formas é indissociável dos valores da Apple e todas estas novas opções ajudam a preencher uma lacuna gigante no teclado de emojis”, explica a empresa em comunicado.

Dono da Louis Vuitton ultrapassa Bill Gates na lista dos mais ricos do mundo

Esta é a primeira vez, desde que o ranking da Bloomberg foi criado, há sete anos, que Bill Gates não surge nos dois primeiros lugares. Bernard Arnault conta agora com um património na ordem de 108 mil milhões de dólares, enquanto Bill Gates estabilizou em 107 mil milhões de dólares.

Água de icebergs vendida a 80 euros e água com “frequências sonoras de amor” entre as melhores do mundo

Extraídas a 914 metros de profundidade no Havai, de fontes nas ilhas Fiji ou polvilhadas com ouro. São assim algumas das águas engarrafas mais caras do mundo.
Comentários