Presidente da Associação de Vinhos e Espirituosas: “Estamos a assistir a um fundamentalismo anti-álcool”

O setor do vinho em Portugal vai de boa saúde, à boleia do turismo e das exportações, e os primeiros meses de 2018 confirmam essa tendência dos últimos anos. Mas, numa entrevista exclusiva ao Jornal Económico, George Sandeman alerta para o risco de se adotarem medidas de aumento de preço e de restrições publicitárias às bebidas alcoólicas, como tem ocorrido nos países do norte da Europa, com destaque para a Irlanda e Escócia.

Regis Duvignau/Reuters

Como presidente da ACIBEV é a pessoa indicada para me explicar quanto vale realmente o setor do vinho em Portugal…

O que é o vinho em Portugal? A ACIBEV representa sensivelmente todas as grandes, médias e pequenas empresas produtoras de vinho em Portugal, mas também as importadoras e as distribuidoras, incluindo o setor das bebidas espirituosas. Representamos produtos certificados, a grande maioria das marcas conhecidas dos consumidores, com indicação geográfica, entre empresas produtoras, operadores, vitivinicultores. Trata-se de um tecido empresarial muito denso e complexo.

Quanto é que representa este setor em termos de volume de negócios anual?

O setor neste momento representa um volume de negócios anual de cerca de 600 milhões de euros, dos quais cerca de 50% a 60% são destinados a exportações. As empresas que representamos aportam valor aos vinhos portugueses. Estamos a falar de marcas como o Mateus Rosé, Esporão, Aveleda, Quinta do Crasto, Barca Velha, entre outras. São as empresas do setor que mais exportam, que mais aportam valor.

Entrevista publicada na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Relacionadas

Quinta do Crasto tinto 2015 é o melhor vinho nacional

O Quinta do Crasto Touriga Nacional tinto de 2015 foi ontem à noite eleito o melhor vinho nacional no ‘Concurso Vinhos de Portugal 2018’, que decorreu no Convento do Beato, em Lisboa. Neste concurso, organizado pela ViniPortugal foram distinguidos 369 vinhos portugueses, Qualidade dos vinhos portugueses distinguida com mais de 360 medalhas, atribuídas por um júri […]

Mais de 370 produtores nacionais na maior feira mundial de vinhos

Durante a feira ProWein, em Dusseldorf, Alemanha, os visitantes terão a oportunidade de provar no ‘stand’ da ViniPortugal cerca de 80 vinhos selecionados, distinguidos com prémios em concursos e provas a nível nacional e internacional, representativos de várias regiões vitivinícolas nacionais, do Vinho Verde ao Alentejo.
Recomendadas

Douro inicia vindimas e estima quebra de produção de 20%

A empresa Gran Cruz foi uma das primeiras a arrancar com o corte das uvas no Douro, cerca de uma semana mais cedo do que no ano passado por causa das condições climatéricas, como o calor intenso que poderá tornar este verão num dos mais quentes de que há registo.

Alentejo prevê produzir mais 5% de vinho este ano

“As vindimas no Alentejo normalmente duram 10 a 11 semanas”, disse o presidente da comissão vitivinícola, estimando que, “no final de setembro ou, o mais tardar, no início de outubro”, a campanha esteja terminada. Esta região produziu, no ano passado, 98,3 milhões de litros de vinho.

Regiões vitivinícolas nacionais publicam guia com recomendações aos produtores de vinho

Esta iniciativa tem por objetivo ajudar os empresários do setor a fazer face às contingências resultantes da pandemia da Covid-19, en particular na época de vindimas, que se avizinha.
Comentários