Presidente dos Estados Unidos goza de “excelente saúde”

Donald Trump, de 71 anos, goza de “excelente saúde, informou na sexta-feira a Casa Branca, citando o médico que supervisionou o primeiro exame desde que chegou ao poder, há cerca de um ano.

Jim Lo Scalzo/REUTERS
Ler mais

“A visita médica de hoje do Presidente ao hospital militar nacional de Walter Reed decorreu extremamente bem. O Presidente está em excelente saúde”, declarou esta sexta-feira o médico Ronny Jackson, que anteriormente estava encarregado do predecessor democrata Barack Obama desde 2013.

Jackson deverá dar pormenores sobre o exame médico na terça-feira, mas estes deverão limitar-se ao peso, à tensão arterial e à taxa de colesterol.

Apesar dos detratores se interrogarem abertamente sobre a saúde mental, hoje não estava previsto qualquer exame psiquiátrico ao Presidente norte-americano, que recentemente se considerou um “génio estável”.

O presidente dos Estados Unidos não tem qualquer obrigação de se submeter a um exame médico nem de tornar público os resultados do mesmo, mas esta prática tornou-se uma tradição.

Trump, o mais velho da história norte-americana a aceder à presidência dos Estados Unidos, segue assim os passos dos seus predecessores.

Durante a campanha, o médico pessoal, Harold Bornstein, assegurou que Donald Trump seria “o individuo mais saudável alguma vez eleito para a presidência”.

Recomendadas

Fitch decide manter ‘rating’ de Moçambique em ‘default’ e prevê dívida nos 102%

“A decisão reflete o falhanço do emissor em resolver o ‘default’ da dívida aos credores comerciais”, escrevem os analistas na nota que explica a decisão, tomada hoje, de manter a avaliação de Moçambique em ‘Incumprimento Seletivo’ (RD – Restricted Default, no original em inglês).

Ex-presidente do Fundo Soberano de Angola vai a tribunal responder pela transferência ilícita de 500 milhões de dólares

O processo envolve o ex-presidente do Conselho de Administração do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, e já foi remetido para o tribunal, lembrou o vice-procurador-geral da República angolano, Mota Liz.

Cimeira em Pyongyang “consolida passos” no sentido da desnuclearização, realça Governo português

Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português identifica determinação de ambas as partes em mitigar a tensão entre as duas Coreias.
Comentários