Produção automóvel em Portugal cresce 101,5% em setembro

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional – com 90,2 por cento – com a Alemanha (21,4%), França (14,6%), Itália (11,9%) e Espanha (10,1%) no topo do ranking.

Portugal produziu em setembro 30.248 veículos automóveis ligeiros e pesados, sendo que, de acordo com os números da ACAP – Associação Automóvel de Portugal e comparando com o período homólogo de 2017, registou-se um crescimento de 101,5%

Os automóveis ligeiros de passageiros foram os que sofreram um maior crescimento ao nível da produção, seguidos dos veículos comerciais ligeiros. Já a produção de veículos pesados registou uma forte queda, tal como já havia sucedido em meses anteriores.

Quanto ao total produzido nos primeiros nove meses de 2018, registou-se um crescimento de 87,3 por cento, correspondendo a 219.792 unidades fabricadas.

De acordo com a ACAP, os números referentes aos primeiros nove meses de 2018 confirmam “a importância que as exportações representam para o sector automóvel já que 97,1 por cento dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo, tendo as exportações registado um crescimento acumulado de 111,0% em termos homólogos”.

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional – com 90,2 por cento – com a Alemanha (21,4%), França (14,6%), Itália (11,9%) e Espanha (10,1%) no topo do ranking.

Recomendadas

Preços das casas cresceram 10,3% no ano de 2018

Este valor representa uma variação média anual de mais 1,1 pontos percentuais (p.p.) do que a registada em 2017. O aumento médio anual dos preços das habitações existentes (11,0%) em 2018 continuou a superar o das habitações novas (7,5%) percentuais que no trimestre anterior.

Carlos Costa: “Apesar dos incontestáveis progressos, não há espaço para complacência”

Governador do Banco de Portugal defendeu a necessidade de forjar consensos políticos e económicos para implementar reformas estruturais.

Avião da Cruz Vermelha Portuguesa já aterrou em Moçambique

A bordo seguiram 35 toneladas de ajuda humanitária, incluindo um hospital de campanha com sete módulos e geradores, mais 15 toneladas de medicamentos.
Comentários