Produção automóvel em Portugal cresce 101,5% em setembro

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional – com 90,2 por cento – com a Alemanha (21,4%), França (14,6%), Itália (11,9%) e Espanha (10,1%) no topo do ranking.

Portugal produziu em setembro 30.248 veículos automóveis ligeiros e pesados, sendo que, de acordo com os números da ACAP – Associação Automóvel de Portugal e comparando com o período homólogo de 2017, registou-se um crescimento de 101,5%

Os automóveis ligeiros de passageiros foram os que sofreram um maior crescimento ao nível da produção, seguidos dos veículos comerciais ligeiros. Já a produção de veículos pesados registou uma forte queda, tal como já havia sucedido em meses anteriores.

Quanto ao total produzido nos primeiros nove meses de 2018, registou-se um crescimento de 87,3 por cento, correspondendo a 219.792 unidades fabricadas.

De acordo com a ACAP, os números referentes aos primeiros nove meses de 2018 confirmam “a importância que as exportações representam para o sector automóvel já que 97,1 por cento dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo, tendo as exportações registado um crescimento acumulado de 111,0% em termos homólogos”.

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional – com 90,2 por cento – com a Alemanha (21,4%), França (14,6%), Itália (11,9%) e Espanha (10,1%) no topo do ranking.

Recomendadas

OE com “número elevado” de cativações “acaba por ser uma mentira”, acusa Rui Rio

Líder social-democrata referiu ainda que a questão das cativações de despesa deve preocupar em particular bloquistas e comunistas.

BdP baptiza prémio para a melhor tese de mestrado de economia de “Prémio José da Silva Lopes”

Este ano, o Conselho de Administração do Banco de Portugal decidiu renomear este prémio, que passa a designar-se “Prémio José da Silva Lopes”, em homenagem ao antigo Governador do Banco de Portugal. A vencedora do Prémio José da Silva Lopes foi Joana Passinhas do ISEG.

Montepio revê em baixa crescimento do PIB português de 2018 para 2,2%

O Montepio estima agora um crescimento de 2,2% no PIB no conjunto deste ano, o que representa uma diminuição face à anterior estimativa (+2,3%) e ao registado em 2017 (+2,8%).
Comentários