Professores em vigília esta sexta-feira à noite em Viana do Castelo

É mais uma ação na luta que os professores travam com o Ministério da Educação pela contagem integral do tempo de serviço congelado.

O SIPE – Sindicato Independente de Professores e Educadores convocou uma vigília pela defesa da Escola Pública, apelando a todos os docentes que se manifestem esta sexta-feira, em Viana do Castelo, contra a intransigência do Ministério da Educação em não contabilizar um quarto do seu tempo de trabalho, congelado durante 9 anos, 4 meses e 2 dias.

A vigília terá lugar na Praça da República, em Viana do Castelo, a partir das 22h00 desta, sexta-feira, 6 de julho, sendo esperadas, segundo o SIPE, “centenas de pessoas, entre professores familiares, que exigem ver contabilizado na íntegra o tempo de serviço congelado aos docentes”.

 

Recomendadas

OE2019: Finanças confirmam fim da proibição dos prémios de desempenho

A confirmação consta de um comunicado do Ministério das Finanças sobre o balanço das reuniões desta tarde com os sindicatos da administração pública, que saíram do encontro com críticas ao Governo por não ter apresentado propostas sobre aumentos salariais no próximo ano.

A importância do “jornalismo lento” como impulsionador do “pensamento crítico sobre o que nos rodeia”

Quiosque Manifesto organiza palestra sobre o “jornalismo lento”, com um dos editores da revista “Delayed Gratification”, precursora desse conceito. A coordenadora Inês Catarina Pinto refuta a “morte do papel”, diz que “estamos a viver uma época de ouro das publicações independentes” e enaltece a “valorização da informação como conhecimento”.

Conferência EXIT promove debate sobre a prostituição e dá voz a sobreviventes que se tornaram ativistas pró-abolicionismo

Num momento em que se desenvolvem iniciativas no sentido de liberalizar o sistema da prostituição em Portugal, a PpDM e o LEM organizam uma conferência com o objetivo de informar sobre modelos alternativos de políticas públicas e alertar para os efeitos nocivos da liberalização que se verificam em países como a Holanda, Alemanha ou Nova Zelândia.
Comentários