Programa CMU Portugal leva investigadores portugueses aos Estados Unidos

Os Investigadores foram selecionados para usufruir de bolsas atribuídas no âmbito da iniciativa “Visiting Faculty and Researchers Program”.

São 10 os investigadores portugueses que irão à Carnegie Mellon University (CMU) em Pittsburgh, Estados Unidos da América (EUA), desenvolver trabalhos de investigação na área das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) apoiados pelo Programa CMU Portugal e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Os investigadores foram selecionados para usufruir de bolsas atribuídas no âmbito da iniciativa “Visiting Faculty and Researchers Program” do Programa Carnegie Mellon Portugal, que lhes permite estar até quatro meses na CMU para colaborar em atividades de investigação e ensino com colegas da CMU e ampliar as redes de contacto nas suas áreas de referência.

Na edição deste ano vão participar investigadores da Universidade de Aveiro, Universidade de Coimbra, Universidade de Lisboa e da Universidade da Madeira que irão colaborar com seis departamentos na CMU incluindo o Human-Computer Interaction Institute, Computer Science, Department of Electrical and Computer Engineering, Department of Psychology, Institute for Software Research e Department of Mechanical Engineering.

De acordo com os co-diretores nacionais do programa Nuno Nunes e Rodrigo Rodrigues “esta é uma ótima oportunidade para professores e investigadores portugueses trabalharem directamente com pares das suas áreas na CMU e abrir assim portas para futuras colaborações entre ambas as partes”. “O facto de na altura da candidatura já estar identificado um anfitrião que os acolherá no seu departamento ou equipas, é sem dúvida uma das grandes mais-valias desta iniciativa”, sublinham.

PCGuia
Recomendadas

CEO da Unbabel debate inteligência artificial em cimeira nos Estados Unidos

O Global Summit decorre entre 19 e 21 de agosto, em São Francisco, e contará também com a presença de uma comitiva portuguesa coordenada pela Beta-i, que inclui as empresas parceiras da SingularityU Portugal, Galp, Semapa e Ageas.

Porto Moniz cria incubadora de empresas

A autarquia vai ceder um espaço físico para as empresas puderem desenvolver as suas actividades e ainda acesso a parceiros que permitam a inserção num contexto empresarial.

Bright Pixel premeia empreendedorismo na Universidade de Aveiro

A parceria entre as duas organizações incentivou cerca de 30 alunos a desenvolverem 14 protótipos inovadores.
Comentários