PS apresenta novas propostas e adia votação da Lei de Bases da Saúde

Por discordar das posições do Bloco de Esquerda e do PCP, em relação às PPP, o PS reformulou a proposta que tinha apresentado anteriormente, e incluiu algumas alterações.

A votação da Lei de Bases da Saúde, que iria decorrer esta terça-feira no Parlamento, foi adiada devido ao facto de o PS ter apresentado duas novas propostas relativamente às parcerias público-privadas (PPP).

A reunião da comissão parlamentar da Saúde que está a decorrer na Assembleia da República deveria ficar marcada por esta votação, caso o PS não introduzisse duas propostas.

Por discordar das posições do Bloco de Esquerda e do PCP, em relação às PPP, o PS reformulou a proposta que tinha apresentado anteriormente, e incluiu algumas alterações.

Após a análise dos novos pressupostos apresentados pelos socialistas, a votação volta à Assembleia da República no próximo dia 18 de junho.

Recomendadas

Debate entre Costa e Cristas na TVI teve 935 mil espetadores

O debate António Costa – Assunção Cristas, na sexta-feira, na TVI, teve um “share” de 21,8%, e foi visto por 935 mil telespetadores, disse hoje à Lusa fonte do canal.

Lesados do BES. António Costa “disse que acabou. Não há mais dinheiro”

Uma organizadora do movimento dos emigrantes lesados do BES em França contou hoje à Lusa que o primeiro-ministro, António Costa, lhe disse que não haveria mais dinheiro para além do que já foi acordado.

Presidente da República defende que Serviço Nacional de Saúde merece “constante aposta”

O Presidente da República disse hoje que o Serviço Nacional de Saúde, que nasceu há 40 anos e que representa uma das conquistas do 25 de Abril, “merece constante aposta em objetivos, orgânicas e meios de atuação”.
Comentários