PSI 20 fecha no ‘verde’ mas longe das congéneres europeias

Apesar de ter encerrado a segunda sessão da semana em território positivo, o PSI 20 ficou aquém do desempenho registado nas congéneres europeias.

A bolsa nacional subiu ligeiramente 0,06%, para 5.145,28 pontos. Apesar de ter encerrado a segunda sessão da semana em território positivo, o PSI 20 ficou aquém do desempenho registado nas congéneres europeias.

Entre as cotadas no PSI 20, registaram dez descidas e sete subidas, tendo o desempenho da bolsa nacional sido penalizado pela Altri, os CTT e o Millennium BCP.

As ações da Mota-Engil não tiveram variações, situando-se 2,05 euros por ação. A empresa comunicou à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) que vai propor distribuir aos acionistas um dividendo de 0,074 cêntimos por ação.

Os títulos da Altri tombaram 3,15%, para 6,76 euros; as ações dos CTT desvalorizaram 1,22%, para 2,59 euros e as ações do BCP caíram 0,99%, para 0,22 euros.

Os títulos do BCP ressentiram-se da trajetória descendente das yields das Obrigações do Tesouro a dez anos, o que prejudica o setor bancário ao afetar as margens financeiras dos bancos, não em Portugal, como na Europa.

Em contra-ciclo, destaque positivo para os títulos da Galp e da NOS. A energética está a negociar nos 14,08 euros, depois de ter valorizado 1,59%. Já as ações da empresa de telecomunicações estão nos 5,6 euros, depois de ganharem 1,89%.

Na Europa, a sessão teve um desempenho positivo. O índice pan-europeu, Euro Stoxx 50 valorizou 0,58%, para 3.319,53 pontos. Em Frankfurt, o DAX alemão subiu 0,64%; em Paris, o CAC 4o avançou 0,89%; em Madrid, o IBEX 35 subiu ligeiramente 0,03%; e em Londres, o FTSE 100 ganhou 0,26%.

O ímpeto das subidas foi de alguma forma travado pelo receio em torno do arrefecimento da economia global.

Nas matérias-primas, o preço do “ouro-negro” está a valorizar. O Brent, referência para o mercado europeu, sobe 1,00%, para 67,88 dólares e o West Texas Intermediate, referência para o mercado norte-americano, avança 1,89%, para 59,93 dólares.

(atualizada às 17h24)

Ler mais
Relacionadas

Tesla e novos serviços da Apple dão energia a Wall Street

Depois de uma sexta-feira negra e de encerrar sem tendência esta segunda-feira, Wall Street voltou aos ganhos, impulsionada pela tecnologia. A Apple e a Tesla estão a registar um desempenho positivo.
Recomendadas

Perdas da Galp, Jerónimo Martins e das papeleiras condicionam PSI 20

O principal índice bolsista português perde 0,16%, para 5.251,38 pontos na sessão desta terça-feira.

Wall Street em máximos mas sem rumo

Ou seja foi mais uma puxada “estética” que algo mais, até porque o volume continuou bem abaixo da média com 5.3 biliões de negócios.

Época de resultados puxa por Wall Street

Depois do Citi, apresentarão suas contas ao mercado esta semana outras empresas como a Johnson & Johnson, J.P. Morgan, Goldman Sachs, Wells Fargo, IBM, Bank of America, eBay, Netflix, UnitedHealth, Morgan Stanley e Microsoft.
Comentários